Desenvolvimento curricular em matemática a partir de projetos integradores: estudo com professoras em formação inicial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X10192022044

Palavras-chave:

Currículos de Matemática, Integração Curricular, Projeto Integrador, Conhecimento Profissional Docente

Resumo

Levar licenciandas a estudar temas do currículo e a experienciar práticas que rompessem com a lógica disciplinar e linear do processo de educar matematicamente motivou a criação de oportunidade para colocá-las no processo de autoria de suas aprendizagens. Neste artigo analisamos 39 projetos integradores concebidos a partir do levantamento de aspectos da realidade local e problemas socais de onde estudantes e escola estão inseridos, para os quais as licenciandas de uma turma do curso de Pedagogia atuaram como autoras. Trata-se de um estudo do tipo análise documental, conduzido pelo objetivo de problematizar o desenvolvimento curricular em Matemática a partir de projetos integradores como prática na formação inicial de professores. A atividade de elaborar esses projetos levou as licenciandas a considerar que a construção do conhecimento implicado em questões e problemas da realidade global ou local envolve estudo, reorganizações e desconstrução da imagem do professor como único detentor do conhecimento. Também indicou a necessidade de se investir em conhecimentos específicos de Matemática e de metodologias de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilberto Januario, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

Doutor em Educação Matemática, Professor da Universidade Federal de Ouro Preto e Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil.

Referências

ALONSO, Luísa. Para uma teoria compreensiva sobre integração curricular: o contributo do Projeto PROCUR. Infância e Educação: investigação e práticas, Porto, n. 5, p. 62-88, dez. 2002.

BARBOSA, Cirléia Pereira; LOPES, Celi Espasandin. Um estudo sobre a identidade profissional de futuros professores de Matemática no Estágio Curricular Supervisionado. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 4, n. 10, p. 1-25, jul. 2020.

BEANE, James Aires. Integração curricular: a essência de uma escola democrática. Currículo sem Fronteiras, v. 3, n. 2, p. 91-110, jul./dez. 2003.

DENZIN, Norman Kent; LINCOLN, Yvonna Sessions. O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Tradução de Sandra Regina Netz. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.

GIROUX, Henry Armand. Os professores como intelectuais: rumo a uma pedagogia crítica da aprendizagem. Tradução de Daniel Bueno. Porto Alegre: Artmed, 1997.

HERNÁNDEZ, Fernando. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho. Tradução de Jussara Haubert Rodrigues. Porto Alegre: Artmed, 1998.

JANUARIO, Gilberto. Agência, affordance e a relação professor-materiais curriculares em Educação Matemática. Ensino em Re-Vista, Uberlândia, v. 27, n. 3, p. 1055-1076, set./dez. 2020.

JANUARIO, Gilberto; LIMA, Katia; PEROVANO, Ana Paula. From linearity to rhizomatic network: content organisation in curriculum development in Mathematics. Acta Scientiae, Canoas, v. 23, n. 8, p. 3-22, aug. 2020.

MASOLA, Wilson de Jesus; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Dificuldades de aprendizagem matemática: algumas reflexões. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 3, n. 7, p. 52-67, jan./abr. 2019.

SILVA, Tomaz Tadeu. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

SOARES, Marilene Caitano Reis. A relação professor-materiais curriculares de Matemática: análise na perspectiva dos conceitos de affordance e agência. 2020. 142f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Centro de Ciências Humanas. Universidade Estadual de Montes Claros. Montes Claros.

STEHLING, Denise França; CONTI, Keli Cristina. Formação continuada de professores, desenvolvimento profissional e conhecimento matemático na Educação Infantil. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 4, n. 10, p. 1-27, jul. 2020.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Tradução de Ernani Ferreira da Fonseca Rosa. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Downloads

Publicado

2022-02-18

Como Citar

JANUARIO, G. Desenvolvimento curricular em matemática a partir de projetos integradores: estudo com professoras em formação inicial. Revista BOEM, Florianópolis, v. 10, n. 19, p. 44-62, 2022. DOI: 10.5965/2357724X10192022044. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/21708. Acesso em: 5 jul. 2022.