Processos criativos na pintura contemporânea: da pesquisa à sala de aula

Autores

  • Priscilla de Paula Pessoa Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Eluíza Bortolotto Ghizzi Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267612020120

Palavras-chave:

pintura , ensino superior , processos criativos

Resumo

O artigo aborda a interação entre pesquisa e ensino na disciplina Oficina de Pintura II, oferecida nos cursos de Artes Visuais/UFMS, em 2017. A autora principal ministrou a disciplina e coordenou o projeto de pesquisa Processos Criativos na Pintura Contemporânea – Teoria e Prática, na mesma instituição. Apresenta-se primeiramente o projeto, que tem como objetivo fazer um levantamento das possibilidades da pintura contemporânea enfocando o processo criativo de pintores em evidência no circuito de arte nacional. Em seguida, a ementa, o programa e os objetivos da disciplina são colocados em pauta. Por fim, é feita uma análise sobre como as investigações realizadas dentro da pesquisa foram aplicadas no plano de ensino e nas aulas, tomando como exemplo um recorte da abordagem feita sobre o papel dos arquivos no processo criativo de pinturas, com base na diferenciação entre arquivos proposta por Cecília Salles e na apresentação de um registro de processo do artista Eduardo Berliner.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla de Paula Pessoa, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Bacharel em Artes Visuais, mestre em Estudos de Linguagens e doutoranda em Estudos de Linguagens (UFMS). É professora adjunta nos cursos de Artes Visuais/UFMS, nas áreas de História da Arte e Pintura, com pesquisa sobre processos criativos na pintura. É também artista visual, tendo participado de diversas exposições individuais e coletivas.

Eluíza Bortolotto Ghizzi, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Arquiteta, doutora em Comunicação e Semiótica (PUCSP/bolsa CAPES), docente no Programa de Pós-graduação em Estudos de Linguagens da UFMS, membro do Centro de Estudos de Pragmatismo (PUCSP/CNPq) e pesquisadora da filosofia e da semiótica pragmatistas de Charles S. Peirce, com ênfase nas suas aplicações à arte e à arquitetura.

Referências

MENEGAZZO, Maria Adélia. Texto de Apresentação. In: PELLEGRINI, Fabio; REINO, Daniel (Orgs.). Vozes das Artes Plásticas. Campo Grande: Fund. de Cultura de MS, 2013.

OSTROWER, Fayga. Criatividade e processos de criação. 9ª ed. Petrópolis: Vozes, 1993.

FACULDADE DE ARTES, LETRAS E COMUNICAÇÃO DA UFMS. Projeto Pedagógico do Curso de Artes Visuais - Bacharelado. Campo Grande, MS, 2015.

BERLINER, Eduardo. Entrevista concedida a Marcos Ribeiro em 2010. In: CATÁLOGO. Eduardo Berliner. Programa de TV. Rio de Janeiro, RJ: Canal Brasil, 2010. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=YER6ZYUyAFQ. Acesso em 10 de julho de 2017.

SALLES, Cecília. Arquivos nos processos de criação contemporâneos. In: 21º Congresso da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas - ANPAP, Anais. Rio De Janeiro, RJ. 2012. Disponível em: http://www.anpap.org.br/anais/2012/.

Acesso em 05 de julho de 2017. p. 750-762.

SALLES, Cecília Almeida – Crítica Genética e Semiótica – Uma interface possível In: ZULAR, Roberto (Org.) Criação em processo: ensaios de crítica genética. São Paulo, SP: Iluminuras. p. 177-201. 2002.

SALLES, Cecília. Gesto inacabado: processo de criação. São Paulo, SP: Fapesp, 2004.

Downloads

Publicado

2020-04-30

Como Citar

PESSOA, P. de P.; GHIZZI, E. B. Processos criativos na pintura contemporânea: da pesquisa à sala de aula. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 6, n. 1, 2020. DOI: 10.5965/24471267612020120. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/16956. Acesso em: 27 set. 2022.