Figurino reverso: Sophia Jobim, do filme aos croquis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/27644669030520230204

Palavras-chave:

Sophia Jobim, figurino, Sinhá Moça (1953), croquis, cores

Resumo

Apresentamos parte da pesquisa que resgata a atuação de Maria Sophia Jobim Magno de Carvalho (1904-1968) enquanto figurinista de cinema. Artista, especializada em indumentária, Sophia realizou o projeto de figurinos para o filme p/b Sinhá Moça (1953), adaptação de romance homônimo escrito por Maria Dezonne (1910-1998). Até o momento não foram localizados os croquis de Sinhá Moça no acervo de Sophia (depositado no Museu Histórico Nacional – MHN), assim elaboramos os croquis coloridos para a protagonista. Escolhemos um dos 13 figurinos para demonstrar nosso processo criativo a partir da imagem dos figurinos de época em escala de cinzas para a representação gráfica colorida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Gomes Silva, Federal University of Rio de Janeiro

Mestre em Design, pela PPGD EBA UFRJ, atua na pesquisa de figurinos históricos para o cinema nacional. Pós graduada em Design de estampas, Graduada em Design Gráfico.

Luciana Maia Coutinho, Federal University of Rio de Janeiro

Possui bacharelado em Indumentária pela Escola de Belas Artes da UFRJ, mestrado (2013) e doutorado (2017) em Artes Visuais, na linha de pesquisa Poéticas Interdisciplinares pela mesma instituição (UFRJ - PPGAV). Professora da UFRJ-EBA na área de desenho desde 2015. Possui experiência na área de Artes, mais especificamente em desenho e processos de criação, alem de atuar como figurinista para espetáculos teatrais e cinema.

Referências

BURRIS-MEYER, Elizabeth. Historical color guide: primitive to modern times with thirty plates in color. New York: W. Helburn, 1938.

FERNANDES, Maria Dezonne Pacheco. Sinhá Moça. São Paulo: Editora Nacional, 1986.

RODRIGUES, Maria Christina de Faria Tavares de. Mancebos e Mocinhas: moda na literatura brasileira do século XIX. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2010.

OLIVEIRA, Madson Luis Gomes de. Sofia Jobim: indumentarista, figurinista ou muito pelo contrário. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE MODA E DESIGN, 3., 2016, Buenos Aires. Anais [...] . [S. l.]: Associação Brasileira de Estudos e Pesquisa em Moda, 2016. p. 111-118.

PERROT, Michelle. Minha História das mulheres. Tradução Angela M. S. Corrêa. São Paulo: Editora Contexto, 2019.

SINHÁ MOÇA. Tom Payne, Oswald Sampaio. São Paulo, Companhia Cinematográfica Vera Cruz, 1953. 1 DVD.

VIANA, Fausto. “O texto, eu escrevo; o museu eu faço. Sophia Jobim e suas contribuições monumentais”. In: TERRA, Carlos; OLIVEIRA, Madson; VOLPI, Maria Cristina. (org.). Arquivos da Escola de Belas Artes. 26 ed. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro; Rio Books, 2016, v. 1, p. 141-152.

VOLPI, Maria Cristina. “Origens do ensino da indumentária histórica na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro”. In: TERRA, Carlos G. OLIVEIRA, Madson; VOLPI, Maria Cristina. (org.). Arquivos da Escola de Belas Artes. 26 ed. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro; Rio Books, 2016 v. 1, p. 153-168.

Downloads

Publicado

2023-06-30

Como Citar

SILVA, Camila Gomes; COUTINHO, Luciana Maia. Figurino reverso: Sophia Jobim, do filme aos croquis. A Luz em Cena: Revista de Pedagogias e Poéticas Cenográficas, Florianópolis, v. 3, n. 5, p. 1–24, 2023. DOI: 10.5965/27644669030520230204. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/aluzemcena/article/view/23557. Acesso em: 25 maio. 2024.