A luz-paisagem nos atravessamentos da cidade: até onde chegam os olhos?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/27644669010320220203

Palavras-chave:

iluminação cênica, intervenção urbana, espaço cênico

Resumo

Este artigo apresenta uma análise sobre a intervenção urbana Até onde chegam os olhos, idealizada pelo Grupo Balde e no âmbito do NETOC/GPHPC/UFSJ a partir do livro Mulheres de Eduardo Galeano. O trabalho foi realizado no município de São João del-Rei - MG e teve como objetivo investigar a luz como protagonista do processo criativo e da composição cênica em site-specific, compreendendo que a percepção do espaço e da paisagem ocorrem de modo indissociável à percepção de luz e cor, se estabelecendo na cena como luz-paisagem. Por tal perspectiva dialógica, busca-se questionar, também, os limites entre o processo criativo e a ação cênica espetacularizada e os modos em que ambos se estabelecem nas intervenções urbanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Berilo Luigi Deiró Nosella, Federal University of São João del-Rei

Professor do Curso de Graduação em Teatro e do Programa de Pos-Graduação em Artes Cênicas do Departamento de Artes da Cena da Universidade Federal de São João del Rei. Doutor em Artes Cênicas, na linha de História e Historiografia do Teatro, pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Líder do Grupo de Pesquisa em História, Política e Cena (CNPq) e Coordenador do Núcleo de Estudos de Técnicas e Ofícios da Cena/UFSJ.

Laura de Paula Resende, Federal University of São João del-Rei

Discente no curso de mestrado acadêmico do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de São João del-Rei (PPGAC/UFSJ). Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Brasil (Capes). 

Geraldo Saldanha Espindola, Federal University of São João del-Rei

Discente no curso de mestrado acadêmico do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de São João del-Rei (PPGAC/UFSJ). Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Brasil (Capes).

Referências

AFONSO, Eduardo José. A Guerra dos Emboabas. Coleção Guerras e Revoluções Brasileiras. Ed. Ática, 1998.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 2021.

FERÁL, Josette. Por uma poética da performatividade: o teatro performativo. Sala Preta, 8, 2008. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v8i0. p. 197-210.

FERRER, Maria Clara. Presenças Impessoais: tons de humano na cena-paisagem. In: Rev. Bras. Estud. Presença, Porto Alegre, v. 7, n. 3, set/dez 2017, p. 626-648, Disponível em: https://doi.org/10.1590/2237-266069866. Acesso em: 8 mar. 2022.

GALEANO, Eduardo. Mulheres. Porto Alegre: L&pm, 2000. Tradução de Eric Nepomuceno.

GARROCHO, Luis Carlos. A cena nos espaços encontrados. In: VI CONGRESSO DE PESQUISA E PÓS GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS, 5., 2010, São Paulo. Anais do VI Congresso. Campinas: Abrace, 2010. p. 1-4.

GAGNEBIN, J. M. “Memória, História e Testemunho”, “O que significa elaborar o passado”, “O rastro e a cicatriz: metáforas da memória”. In: Lembrar escrever esquecer. São Paulo: 34, 2006, p. 49-57, 97-105, p. 107-118.

GUILARDUCI, C. Espaço urbano e teatro: a companhia Chiarini no Theatrinho da Villa de São João del-Rei. In: LIMA, E., PARANHOS, K., COLLAÇO, V. Cena, dramaturgia e arquitetura: instalações, encenações e espaços sociais. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014, p. 147-166.

GUIMARÃES, G. São João del Rei – Século XVIII: História Sumária. Ed. FAPEC-SEGRAC, Belo Horizonte, 1996.

LEAL, Dodi. Luzvesti: iluminação cênica, corpomídia e desobediências de gênero. Salvado: Devires, 2018.

NOSELLA, Berilo Luigi Deiró. Inacabamento, um gesto de resistência na história: a metateatralidade de Luigi Pirandello e Jorge Andrade. Vitória-ES: Editora Cousa, 2017. (E-book).

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo. Razão e Emoção. 4, ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2012.

SANTOS, Bruno Henrique dos. A formação socioespacial de São João del-Rei/MG e o processo de regionalização do campo das vertentes. 2017. 171 f. Dissertação (Mestrado em Geografia), Universidade Federal de São João Del-Rei, São João Del-Rei, 2017.

SCHIOCCHET, Michele Louise. Site-specific art? Reflexões a respeito da performance em espaços não tradicionalmente dedicados a esta. Urdimento, [s.l.], v. 2, n. 17, p. 131-136, 14 dez. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5965/1414573102172011131.

TUDELLA, Eduardo. A luz na gênese do espetáculo. Salvador: EDUFBA, 2017.

TURBIANI, Francisco Moreira. A luz em processo: um mergulho na criação de Guilherme Bonfanti na trilogia bíblica do Teatro da Vertigem. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2021.

Downloads

Publicado

2022-07-30

Como Citar

NOSELLA, Berilo Luigi Deiró; RESENDE, Laura de Paula; ESPINDOLA, Geraldo Saldanha. A luz-paisagem nos atravessamentos da cidade: até onde chegam os olhos?. A Luz em Cena: Revista de Pedagogias e Poéticas Cenográficas, Florianópolis, v. 1, n. 3, p. 1–26, 2022. DOI: 10.5965/27644669010320220203. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/aluzemcena/article/view/21918. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê temático: RITOS DA LUZ: encantarias técnicas, feitiços teóricos e magias