Luz, espaço e matéria Uma tríade inseparável no processo compositivo do iluminador(a) cênico(a)

Autores

Resumo

O artigo versa sobre as inter-relações da luz do espaço e da matéria como elementos catalizadores e sensíveis na construção da imagem da cena. Abordaremos o tema através de pontos de vista da neurociência, filosofia e artes sobre a relevância do reconhecimento das subjetividades destes elementos compositivos para ampliar a discussão no campo da percepção e interatividade de linguagens na cena teatral e visualidade da cena e repensar novas dinâmicas de sensibilização com a luz, a matéria e o espaço como ações metodológicas na formação do iluminador(a) cênico(a). No corpo do artigo, também trazemos alguns relatos e experiências práticas onde observou-se alguns aspectos subjetivos de processos criativos de artistas do design cênico que complementam a temática do artigo.

Biografia do Autor

CLAUDIA DE BEM, Faculdade Belas Artes São Paulo

Gaúcha, radicada em São Paulo desde 2015, light designer, artista multimídia, diretora, pesquisadora, doutora em artes pela USP-ECA, mestre em artes cênicas pela UFRGS, pós-graduada em Iluminação e design de Interiores pelo IPOG-DF. Professora do Curso de Graduação de Artes Cênicas da Belas Artes – SP, Professora convidada do Pós-graduação de Neuroarquitetura e light designer do IPOG-GO, professora convidada do pós-graduação de design Cenográfico da Faculdade de Arquitetura/UFRGS e Professora convidada do Pós-graduação em Lighting Design na Escola de Belas Artes -SP. Membro honorária da APCEN (Associação Portuguesa de Cenografia) Lisboa desde 2011.

Referências

BEN, Cláudia Pinto. A luz além da cena: Vestígios do olhar de uma iluminadora. 2020. 336 f. Tese (Doutorado em Pedagogia do Teatro) - Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2020.

BENJAMIN, Walter. A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica. Obras Escolhidas: magia e técnica, arte e política. 6.ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BERGSON, Henri. Introdução à Metafísica. In. Cartas, Conferências e outros Escritos. São Paulo: Nova Cultural, 2005.

CRAIG, Edward Gordon. Da Arte do Teatro. Lisboa: Arcádia, 1963.

CRAIG, Edward Gordon. El Espacio como Espectáculo. Madrid: La Casa Encendida, 2009.

DAMÁSIO, Antônio. O Livro da Consciência: a construção do cérebro consciente. Lisboa: Círculo Leitores, 2010.

DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos, o que nos olha. Trad. Paulo Neves. São Paulo: 34, 2010.

FUAN, Yu Fu. O Espaço e o Lugar: A perspectiva da experiência. Trad. Lívia de Oliveira. São Paulo: DIFEL, 1983.

HUSSERL, E. A ideia da fenomenologia. Lisboa: Edições 70, 1986.

OSTROWER, Fayga. Criatividade e Processos de Criação. 9 ed. Rio de Janeiro: Ed. Vozes, 1977.

PONTY, Maurice Merleau - A Fenomenologia da Percepção. Trad. Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

SILLMANN, Oscar. Percepção-ação e o externalismo gibsoniano. 5º Encontro de Pesquisa na Graduação em Filosofia da Unesp, Marília, Vol. 3, nº 1, pp. 109 – 123, 2010. www.marilia.unesp.br/filogenese.

TUDELLA, Eduardo. A Luz na gênese do espetáculo. Salvador: EDUFBA, 2017.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

DE BEM, C. Luz, espaço e matéria Uma tríade inseparável no processo compositivo do iluminador(a) cênico(a). A Luz em Cena: Revista de Pedagogias e Poéticas Cenográficas, Florianópolis, v. 2, n. 2, p. 1-22, 2021. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/aluzemcena/article/view/21169. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Luz e Cena em Campo Expandido. Iluminação e Audiovisual