Trajes de cena iluminados: um estudo para a montagem de um espetáculo baseado em Hamlet-Máquina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/27644669020220210205

Palavras-chave:

iluminação, teatro, traje de cena, tecnologia

Resumo

A presente investigação busca analisar exemplos de trabalhos que apresentem iluminação bordada em vestes, a fim de observar quais poderiam ser seus principais usos no campo cênico e em quais outras funções essa iluminação, que parte do corpo do ator, podem se aplicar. O estudo é dedicado à realização da direção de arte para a montagem do espetáculo Hamlet-Máquina (MULLER, H.; 1977) realizado pelos grupos de extensão Teatro Ludos, AdaLab e LATA todos da Universidade Federal de Goiás. Foram realizados oito encontros virtuais para as leituras dos textos Hamlet (Shakespeare) e Hamlet-Máquina, bem como estudos sobre trajes de cena, história da moda e das identidades, assim como, especulações de uso e história das máscaras. Ao longo das discussões optamos por atualizar a contextualização da dramaturgia a partir de temas da atualidade como o trans-humanismo e a impossibilidade de escapar das sistematizações da vida digital. Com relação à direção de arte destacou-se o interesse por utilizar trajes e elementos cênicos iluminados de fácil mobilidade. Os ensaios ainda não se iniciaram. Mas aproveitamos o ensejo para pesquisar previamente sobre a relação entre iluminação e traje de cena através de coleta de dados de fontes secundárias. Observamos que a iluminação associada às vestes, de um modo geral, aparece para fins de efeitos especiais (efeito justificado de acordo com a definição de Cibele Forjaz Simões, 2015) que geram destaque ou com efeito semelhante ao teatro de luz negra. Encontramos também em trabalhos mais recentes, o uso da iluminação como parte do método ou dos procedimentos internos utilizados pelo artista, bailarino ou performer. Detectamos a falta de uma iluminação mais pervasiva, com menos efeito especial e que combine aspectos que possam tornar visíveis o trabalho do ator, bem como, o espaço ao seu redor e que, ao mesmo tempo, contribua para a visualidade da cena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Blanch Pires, Universidade Federal de Goiás

Professora dos cursos de Direção de Arte e Teatro Licenciatura na Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás (UFG). Designer de Moda (UDESC), bacharel em Letras-Alemão (UFSC), mestre em Têxtil e Moda (EACH-USP), pesquisadora visitante no Wearable Senses Lab (Universidade Tecnológica de Eindhoven, Holanda) e doutora em Design e Arquitetura (FAU-USP). É coordenadora do projeto de pesquisa e extensão ADALAB. Tem como objetivos de investigação o estudo e o desenvolvimento de práticas artísticas que interrelacionam corpo, moda arte e tecnologias.

Referências

BONFANTI, G. Luz no Teatro da Vertigem: processo de criação e pedagogia. In.: Revista Sala Preta. 2015. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/102061/107037. Acesso em 10.10.2021, 14h50min.

GAO, Y. (No)Where, (Now)here. 2013. Disponível em: http://yinggao.ca/interactifs/nowhere-nowhere/. Acesso em: 15.12.2021. 13h21min

GLOBE THEATER. Disponível em: https://www.shakespearesglobe.com/. Acesso em: 15.12.2021. 11h05min.

MULLER, H. Hamlet-Máquina. In.: O Teatro de Heiner Muller. Editora Perspectiva: São Paulo .1997

NASCIMENTO, R. Roupas Inteligentes. Editora Senac: São Paulo. 2019

NASCIMENTO, R. Papparazi Lover. 2012. Disponível em: http://www.onascimento.com/paparazzi-lover. Acesso em: 15.12.2021. 16h01min

PANTOUVAKI, S. Embodied interactions: Towards an exploration of the expressive and narrative potential of performance costume through wearable technologies. 2014. Disponível em:https://www.academia.edu/19435055/Embodied_interactions_Towards_an_exploration_of_the_expressive_and_narrative_potential_of_performance_costume_through_wearable_technologies , Acesso em 15.12.2021. 16h16min.

ROSENTHAL, J.; WERTENBACKER, L. The Craft and Career of Jean Rosenthal. Little, Brown and Company: Boston. 1972

SANTAELLA, L.; Pós-Humano Por Que? In: Revista Usp. 2007. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/13607 . Acesso em 15.12.2021. 16h46min.

SHAKESPEARE, W. Hamlet. Penguin: Londres. 2015

SIMÕES, C. À Luz da Linguagem: um olhar histórico sobre as funções da iluminação cênica.

In: Sala Preta. 2015. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/105752. Acesso em 10.10.2021. 13h02min

SIMÕES, C. A Eletricidade entra em Cena. Revista Urdimento. 2018. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/141457310131 018063. 10.10.2021. 13h02min

WILSON, R. Hamletmachine. 1997. Disponível em: https://robertwilson.com/hamletmachine. Acesso em: 15.12.2021. 11h020min.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

PIRES, R. B. Trajes de cena iluminados: um estudo para a montagem de um espetáculo baseado em Hamlet-Máquina. A Luz em Cena: Revista de Pedagogias e Poéticas Cenográficas, Florianópolis, v. 2, n. 2, p. 1-24, 2021. DOI: 10.5965/27644669020220210205. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/aluzemcena/article/view/21113. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Luz e Cena em Campo Expandido. Iluminação e Audiovisual