Teatro de sombras e iluminação cênica

Autores

Resumo

Partindo dos conceitos de Reiner Reush, Fabrizio Montecchi e David Currel, o texto aborda os três estilos de teatro de sombras - o tradicional, o moderno e o contemporâneo - discutindo aspectos técnicos e estéticos da iluminação cênica a partir de experiências de criação teatral, desenvolvidas no Laboratório Objetos Performáticos de Teatro de Animação. O objetivo do artigo é mostrar a convivência dos estilos como um traço fundamental da cultura contemporânea. O contexto da pandemia da Covid-19 propiciou a retomada de alguns estilos já, aparentemente, superados.

Biografia do Autor

Gilson Moraes Motta, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ)

Artista cênico e Pesquisador de Artes Cênicas nas áreas de estética teatral, teatro brasileiro, cenografia, teatro de formas animadas. Possui graduação em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1989), Mestrado em Filosofia (1995) e Doutorado em Filosofia (2000) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Professor Associado da UFRJ - Escola de Belas Artes, com atuação nas áreas de Estética Teatral, Dramaturgia e Teatro de Formas Animadas. Coordenador do Laboratório Objetos Performáticos de Teatro de Animação da UFRJ. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, da Escola de Comunicação da UFRJ. Autor do livro O ESPAÇO DA TRAGÉDIA, lançado pela Editora Perspectiva em 2011, co-autor do livro ZONAS DE CONTATO: Usos e abusos de uma poética do corpo (2014) e de vários artigos sobre artes cênicas publicados em periódicos diversos. Atuou como cenógrafo, figurinista em diversos espetáculos e como diretor teatral. Entre 2009 e 2013, atuou no Coletivo de Performance Heróis do Cotidiano. Atualmente desenvolve pesquisa artística com a linguagem do teatro de formas animadas no Laboratório Objetos Performáticos de Teatro de Animação, pesquisa que resultou no espetáculo ANANSE E O BAÚ DE HISTÓRIAS (2016), criado com o Coletivo Cênico Sombreiro Andante. Desenvolve ainda pesquisas sobre O caminhar como prática estética. Membro da Associação Performers Sem Fronteiras, coordenado por Tania Alice.

Referências

AMARAL, Ana Maria. Teatro de animação: da teoria à prática. Cotia: Ateliê Editorial, 1997.

BELTRAME, Walmor. OLIVEIRA, Fabiana Lazzari. A luz: elemento fundamental do teatro de sombras. Urdimento, Florianópolis v. 2, n. 23, p 17-30. 2014.

CURRELL, David. Shadow Puppets and Shadow Play. Marlborough: The Crowood Press, 2007.

FAVERO, Alexandre. Dramaturgias da sombra. Móin-Móin, Florianopolis, Ano 8, n. 9, 2012.

MANONNI, Laurent. A grande arte da luz e da sombra: Arqueologia do cinema. São Paulo. Editora SENAC, UNESP, 2003.

MEIRELES, Cecília. Seleta em prosa e verso. Notas e apresentação de Darcy Damasceno, Rio de Janeiro: Editora José Olímpio, 1973.

MONTECHHI, Fabrizio. Schatentheater, Shadow Theatre. Band 4: Jenseits der Leinwand, Volume 4: Beyond the Screen. Schwabisch Gmund: Einhor, Internationales Schattentheater Zentrum, 2015.

MONTECCHI, Fabrizio. Disciplinaire versus interdisciplinaire, In Pro-Vocation Marionnette. @ Rencontre Internationale sur la formation aux arts de la marionnette. UNIMA, 2017. Disponível em: https://www.unima.org/wp-content/uploads/2017/10/actes_pro-vocation-marionnette-targoviste-2017.pdf

MOTTA, Gilson. Crescer pra passarinho, pelos Performers Sem Fronteiras: cuidados poéticos em tempos de degradação. Mamulengo. Florianópolis, Ano 46, n. 17, setembro 2020.

MOTTA, Gilson. Das performances itinerantes ao teatro de sombras no campo expandido, Urdimento, v. 2, n. 32 (2018). Florianópolis: UDESC, 2018.

OSTROWER, Fayga. Criatividade e processos de criação, 2001. Petrópolis, RJ: Vozes, 1996.

PAZ, Octavio. Os filhos do barro: do romantismo à vanguarda. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

REUSCH, Rainer. Schatentheater, Shadow Theatre. Band 3: Theorie + Praxis, Volume 3: Theory + Practice. Schwabisch Gmund: Einhor, Internationales Schattentheater Zentrum, 2015.

STOICHITA, Victor I. Breve historia de la sombra. Madrid: Ediciones Siruela, 1999.

REUSCH, Rainer. Schatentheater, Shadow Theatre. Band 3: Theorie + Praxis, Volume 3: Theory + Practice. Schwabisch Gmund: Einhor, Internationales Schattentheater Zentrum, 2015.

STOICHITA, Victor I. Breve historia de la sombra. Madrid: Ediciones Siruela, 1999.

Downloads

Publicado

2021-07-30

Como Citar

MOTTA, G. M. Teatro de sombras e iluminação cênica. A Luz em Cena: Revista de Pedagogias e Poéticas Cenográficas, Florianópolis, v. 1, n. 01, p. 1-26, 2021. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/aluzemcena/article/view/19929. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê temático: A luz e as relações cenográficas - Convidados