Milho: influência de sua qualidade no setor avícola brasileiro

Autores

  • Gabriela Soares Carvalho Pamplona Corte Real
  • Humberto Pena Couto
  • Marize Bastos de Matos
  • Michelle Sant'Anna Lyra Chiquieri
  • Julien Chiquieri

Palavras-chave:

Classificação, Frangos de corte, Nutrição, Poedeiras.

Resumo

Este estudo teve como objetivo mostrar as variações na qualidade do milho utilizado na avicultura e como este pode atuar no desempenho das aves. Atualmente a avicultura brasileira é considerada uma atividade altamente tecnificada e competitiva, com elevados índices de produtividade e oferta de produtos de alta qualidade e baixo custo. O milho participa com mais de 60% do total dos grãos utilizados nas rações de frangos de corte e poedeiras comerciais, nas condições brasileiras, apresentando grande variação na sua composição nutricional, sendo esta normalmente negligenciada. Os grãos de má qualidade têm o valor nutritivo prejudicado, por alteração da composição química, diminuição da biodisponibilidade de alguns nutrientes, presença de fatores antinutricionais e proliferação de fungos com ou sem produção de micotoxinas. Como alternativa a melhoria da qualidade nutricional dos alimentos utilizados na alimentação das aves, principalmente do milho, atualmente nas linhas de produção de rações há implantação de novas tecnologias, como a mesa densimétrica ou gravimétrica e a utilização de equações de predição a partir da classificação e densidade dos grãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

CORTE REAL, Gabriela Soares Carvalho Pamplona; COUTO, Humberto Pena; MATOS, Marize Bastos de; CHIQUIERI, Michelle Sant’Anna Lyra; CHIQUIERI, Julien. Milho: influência de sua qualidade no setor avícola brasileiro. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 12, n. 3, p. 326–335, 2013. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5229. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Revisão Bibliográfica