Encenação - Os prazeres e as coisas

Oto Henrique

Resumo


Às vezes afirmado como indispensável para uma vida plena, outras negado como um grande vilão para uma vida serena. Com o solo “Os prazeres e as coisas”, Oto Henrique convida o espectador a partilhar da investigação sobre o uso dos prazeres. Entre o aparente e o invisível, da produção de imagens-visuais e imagens-sonoras inconstantes emerge um lugar-sensível no qual nos deparamos com o que nos co-move e/ou i-move.


Texto completo:

PDF




Direitos autorais



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.