Contato Improvisação como uma Arte de viver [parte 3]

Jörg Schmid, Tradutor: Bruno Garrote

Resumo


A presente tradução é a continuação de um projeto de tradução, apoiado e incentivado pela revista Urdimento, relativo a partes do doutorado Contato Improvisação como uma Arte de viver, de Jörg Schmid da Universidade Philipps de Marburgo. Essa é a terceira tradução, [parte 3], desse projeto, a qual foca em noções de qualidade de vida, bem-estar subjetivo, felicidade e satisfação da vida enquanto reações emocionais e avaliações cognitivas; além de apresentar a teoria do fluxo de Csikszentmihalyi, pesquisas atuais, inclusive no campo da neurofisiologia, associadas à vivência do fluxo e elementos como perda da consciência do eu, concentração, foco, unidade, distorções temporais, adequação entre habilidade e exigência, diferentes aplicações da vivência do fluxo e seus desdobramentos no dia-a-dia etc. Essa tradução pretende continuar contribuindo para o cenário da dança e dos estudos performáticos, mostrando a importância do Contato Improvisação (CI) como uma crescente e mundialmente disseminada forma de dança contemporânea e pesquisa de movimento corporal, ainda pouco estudada no Brasil.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573103302017112



Direitos autorais 2017 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.