O ato(r) responsável: o atuador da Terreira da Tribo

Andrea Aparecida Paris

Resumo


Este artigo procura aproximar o conceito de atuador, explorado pela Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, da proposta de Ato Responsável, desenvolvido pelo pesquisador russo Mikhail Bakhtin. Para isso, relata a trajetória do termo atuador no teatro Oficina e o seu desenvolvimento posterior na Tribo de Atuadores e também descreve o ato responsável, considerado pelo autor russo como um ato em resposta à alguma necessidade ou questão do mundo. Serão expostos alguns princípios artísticos, políticos e pedagógicos que refletem na postura ética que os atuadores da Tribo de Atuadores adotam em suas criações artísticas e podem ser considerados como atos responsáveis.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573101222014123



Direitos autorais



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.