DOMESTICIDADE, MEDO E CONSUMO: a Espanha franquista e o American Way of Life nas páginas de SeleçõesDOMESTICITY, FEAR AND CONSUMPTION: franquist Spain and the American Way of Life in the pages of Seleções magazine

Sol Glik

Resumo


Durante as décadas de 1950 e 1960, a sociedade espanhola recebeu um variado conjunto de artefatos culturais provenientes dos Estados Unidos, país do qual começava a se aproximar. Séries de televisão, produções cinematográficas e publicações periódicas informavam aos espanhóis e espanholas sobre os usos, costumes e avanços tecnológicos daquele país, do qual pouco conheciam. O estilo de vida estadunidense, denominado American Way of Life, era muito diferente da experiência da sociedade espanhola, governada pelo duro regime de Francisco Franco. Este trabalho indaga, em perspectiva transcultural e em suportes diversos, o impacto dessa informação na publicidade, na produção e no consumo, articulando elementos políticos e econômicos com a emergência de um novo fenômeno, a domesticidade.


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com