Estudos preliminares na formulação de estruturados de mix de polpa de frutas

Gabriella Freitas de Jesus, Jaqueline dos Santos Bastos, Naiana Alves de Oliveira, Morgana Bispo dos Anjos, Jailma Custodio Ribeiro Santos, Sílvia Maria Almeida de Souza, Ernesto Acosta Martinez

Resumo


O presente trabalho objetivou elaborar estruturados a partir de mix de polpas concentradas de umbu com melão caroá (MC), umbu comercial (UC) com romã e umbu (U) com ciriguela, avaliando-se os efeitos da combinação de hidrocolóides sobre suas propriedades. Realizou-se, a concentração das polpas em rotaevaporador e foram realizadas análises físico-químicas nas polpas antes e após sua concentração. Os ensaios para obtenção dos estruturados foram realizados para verificar o efeito dos hidrocolóides pectina (1,92 e 3,92 g), alginato (0,30 e 0,90 g) e gelatina (4,0 e 6,0 g) sobre a atividade de água (Aw), sólidos solúveis (SS) e peso seco (PS). O teor de sólidos solúveis das polpas de umbu in natura, umbu comercial e siriguela in natura (9,0; 8,5 e 19 °Brix) aumentou após concentração (15,0; 15,5 e 29,0 °Brix). A concentração produziu uma diminuição na acidez (40%) e no teor de proteínas (46%) na polpa de umbu comercial, um aumento de 20, 60 e 10% na concentração de carboidratos totais e uma diminuição de 60, 20 e 64% na concentração de vitamina C nas polpas de umbu, umbu comercial e ciriguela, respectivamente. Os estruturados de mix de polpa de umbu com MC, UC com romã e U com ciriguela produzidos nas condições de maior concentração de pectina independentemente das concentrações de alginato e gelatina utilizadas resultaram em produtos com Aw entre 0,6 e 0,8, SS entre 3 e 6 oBrix, PS entre 71 e 85% assim como boas características organolépticas de textura.

Palavras-chave


Umbu; Melão; Ciriguela; Romã; Estruturado; Hidrocolóides

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, Ministério da Agricultura e do Abastecimento. Instrução normativa nº 1, de 7 de janeiro de 2000. Diário Oficial da União, Brasília-DF, 10 de jan. de 2000.

CARVALHO, A. V.; MATTIETTO, R. A.; VASCONCELOS, M. A. M. Aproveitamento da casca do bacuri para fabricação de um novo produto. Comunicado Técnico 209, Embrapa. Belém- PA, Setembro, 2008.

CARVALHO, A.V.; NOGUEIRA, J.G.; ARAÚJO, F.P.; MATTA, V.M. Fruta estruturada mista de umbu e maracujá do mato. Comunicado Técnico 248, Embrapa. Belém-PA, Junho, 2014.

CAVALCANTE, D. T. B. Desenvolvimento de fruta estruturada simples e mista com ciriguela e acerola. Dissertação (Mestrado Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife PE, 2012.

COSTA, F. R. B.; SILVA, M. M. A.; ARAÚJO, V. S. Uso sustentável do umbuzeiro: estratégia de convivência com o semiárido. Campina Grande: INSA, 15p.: il. 2015.

CUEVAS-SÁNCHEZ, J. A. Jocote, ciruelo (Spondias purpurea L.). p. 109-113. In: Cultivos Marginados. Otra perspectiva de 1492. H.J.E. Bermejo y León (eds.). Colección FAO: Producción y protección Vegetal No.26, Organización de las Naciones Unidas para la Agricultura y la Alimentación. Roma, Italia, 1992.

DUBOIS, M.; GILLES, K. A.; HAMILTON, J. K.; REBERS, P. A.; SMITH, F. Colorimetric method for determination of sugars and related substances. Anal. Chem., v. 28, p. 350-356, 1956.

FIZMAN, S. M.; DURAN, L. Effect of fruit pulps and sucrose on the compression response of different polysaccharides gel systems. Carbohyd. Polym, v. 17, n. 1, p. 11-17, 1992.

GOMES, P. Fruticultura Brasileira. 13 ed., São Paulo: Nobel, 2007. 446p.

GRIZOTTO, R. K.; BRUNS, R. E.; AGUIRRE, J. M.; BATISTA, G. Otimização via metodologia de superfície de respostas dos parâmetros tecnológicos para produção de fruta estruturada e desidratada a partir de polpa concentrada de mamão. Ciênc. Tecnol. Aliment., v. 25, n.1, p. 158-164. Campinas, jan – mar, 2005.

GUERRA, P. de B. A civilização da seca. Fortaleza: DNOCS, 1981.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Normas analíticas do Instituto Adolfo Lutz. v.1: Métodos químicos e físicos para análises de alimentos. 3.ed. São Paulo: IMESP, 1985. p.183.

LIMA, F. M.; MARTINEZ, E. A.; SOUZA, S. M. A.; SILVA, C. M. R.; BATISTA, Y. C. Aproveitamento do pedúnculo do caju para elaboração de fruta estruturada. Magistra, v.26, III CBPH, p.203-207, set., 2014.

LIMA, J.F; SILVA, M.P.L; TELES, S; SILVA, F; MARTINS, G.N. Avaliação de diferentes substratos na qualidade fisiológica de sementes de melão caroá [Sicana odorifera (Vell.) Naudim]. Rev. Bras. Plantas Med., Botucatu, v.12, n.2, Abril/ Junho, 2010.

MARTINS, E. Plantas medicinais. Viçosa: UFV, 1995. p. 162-163.

MARTON, J. F. Fruits of Warm Climates, Miami: Echo Point Books & Media, 2004.

MEDEIROS, P. D. de. Estudo anatomo-fisiológico da unidade de dispersão de Spondias - cytherea sonn (cajarana), Recife: UFRPE, 99p. (Dissertação de Mestrado). 1995.

MORLEY, R.C; SHARMA, C. Dietary fiber food products and methods of manufacture. U.S. Patent 4565702 A, 1986.

MORTON, J. Purple Mombin. In: Fruits of warm climates. Miami, FL, 1987. p. 242-245.

NELSON, N. A photometric adaptation of Somogy method for the determination of glucose. J. Biol. Chem., v. 153, p. 375-80, 1944.

OLIVEIRA, S. B.; AZOUBEL, P. M.; ARAUJO, A. J. B. Efeito de hidrocolóides na firmeza, atividade de água e sólidos solúveis de estruturado de polpa de umbu (Spondias tuberosa Arr. Cam.). In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 3., 2008, Petrolina. Anais...Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2008.p.201-208.

ORDÓÑEZ, J. A. P.; RODRÍGUEZ, M. I. C.; ÁLVEREZ, L. F.; SANZ, M. L. G.; MINGUILLÓN, G. D. G. F.; PERALES, L. L. H.; CORTECERO, M. D. S. Tecnologia de Alimentos: Componentes dos Alimentos e Processos. Porto Alegre: Artmed, 2005. v.1, p. 203204.

REVISTA FRUTAS E DERIVADOS. Superfrutas. São Paulo, ano 3, 10. ed., p. 14-16, julho. 2008. Disponível em: . Acesso em: 03 Jan. 2016. SACRAMENTO, C. K.; SOUSA, F. X. Cajá (Spondias mombin L.). FUNEP, Jaboticabal, 2000. 52p. (Série Frutas Nativas, n. 4).

SANTOS, C. E.; KIST, B.B.; CARVALHO, C.; REETZ, E. R.; DRUM, M. Anuário brasileiro da fruticultura. Santa Cruz do Sul : Gazeta Santa Cruz do Sul-RS, 136 p.: il. 2013.

SANTOS, E. H. de B.; BATISTA, F. P. R.; PEREIRA, L. M.; CAMPOS, L. M. A.; CASTRO, M. da S.; AZEVÊDO, L. C. de. Composição físico-química dos frutos de romã (Punica granatum L.). In: CONGRESSO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA REDE NORTE E NORDESTE DE EDUCAÇÃO TCENOLOGICA, V, Maceió – Alagoas, 2010.

SILVA, R. P. M.; DE PAULA, I. V.; LINS, A. C. A.; MACIEL, M. I. S. Produção de fruta estruturada de cajá a partir de um genótipo de cajazeira (Spondias mombin L.). In: JORNADA DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO, 10; Recife, 2010.

USHIKUBO, F. Y. Efeito do tratamento enzimático, da velocidade tangencial e da pressão transmembrana na microfiltração da polpa diluída de umbu (Spondias tuberosa Arr. Cam). 2006.117 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos)- Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

WERKMAN, C.; GRANATO, D. C.; KERBAUY, W. D.; SAMPAIO, F. C.; BRANDÃO, A. A. H.; RODE, S. M. Revisão: Aplicações terapêuticas da Punica granatum L. (romã). Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu, v.10, n.3, p.104-111, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Congresso Sul Brasileiro de Engenharia de Alimentos, Pinhalzinho, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2447-3650.

Classificação Qualis - CAPES:

Ciências Ambientais B5

Engenharias II B5

A Revista CSBEA está indexada nos repositórios Latindex, Livre e Sumários.org

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By