Aproximação à historiografia da arquitetura colonial brasileira as ideias de John Bury

Autores

  • Mariela Brazón Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312907092012190

Palavras-chave:

John Bury, historiografia da arte colonial, arquitetura brasileira

Resumo

O objetivo central deste artigo é expor um estudo detalhado da obra historiográfica
do inglês John Bury, quem dedicou uma parcela importante da sua
produção à arte e à arquitetura colonial brasileira. Foram identificadas e analisadas
as bases conceituais e metodológicas do trabalho de Bury, especialmente
no tocante a questões de estilo, periodização, contextualização e correlação
dos fatos estudados com outros fenômenos artísticos oriundos do mundo europeu
e hispano-americano, o que permitiu avaliar as hipóteses levantadas
pelo autor sobre questões conceituais, tais como “originalidade” e “identidade”.
Foram estabelecidos paralelismos com as ideias de outros historiadores
europeus e latino-americanos — como Germain Bazin, Ramón Gutiérrez e Damián
Bayón — com o intuito de compreender os tópicos discutidos dentro do
amplo panorama da historiografia da arte da América Latina. Desta maneira, o
estudo apontou a relevância da produção estudada e mostrou a necessidade
de valorizá-la fora dos lineamentos abertos pela historiografia modernista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-23

Como Citar

BRAZÓN, M. Aproximação à historiografia da arquitetura colonial brasileira as ideias de John Bury. DAPesquisa, Florianópolis, v. 7, n. 9, p. 190-205, 2018. DOI: 10.5965/1808312907092012190. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/13956. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artes Visuais