O OcupaCIC e o Setor Cultural Catarinense: o diferencial técnico proposto para uma política de arte e cultura

Autores

  • Fátima Costa de Lima Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Emanuele Weber Mattiello Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312907092012084

Palavras-chave:

cultura, política, representação

Resumo

O OcupaCIC é uma ação política estadual integrada por diversos profissionais da cultura catarinense assim como da comunidade em geral. O objetivo é discutir os conceitos e os modos sobre os quais a cultura de Santa Catarina se apoia, debatendo sobre como o governo e os profissionais têm produzido arte e cultura. Este artigo tece uma crítica, considerando como procedimento metodológico o diferencial técnico proposto pelo movimento OcupaCIC: discutir a arte e a cultura dentro do contexto social vivo, e não fora dele. O mesmo procedimento é também proposto por Walter Benjamin, em O Autor como Produtor, quando este comenta a obra de Bertolt Brecht e o seu diferencial técnico perante a produção artística de sua época, deixando claro que a produção está diretamente ligada à visão política do seu autor. Assim, o artigo estabelece uma crítica baseada em alguns conceitos discutidos por Benjamin, como “representação” e “alegoria”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-23

Como Citar

COSTA DE LIMA, F.; WEBER MATTIELLO, E. O OcupaCIC e o Setor Cultural Catarinense: o diferencial técnico proposto para uma política de arte e cultura. DAPesquisa, Florianópolis, v. 7, n. 9, p. 084-095, 2018. DOI: 10.5965/1808312907092012084. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/13948. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artes Cênicas