Como se fosse... linguagem, lugares e identidades [im]possíveis

Autores

  • Anderson Marcos da Silva Universidade Federal de Campina Grande

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312907092012064

Palavras-chave:

teatro, performatividade, work in progress, identidade

Resumo

A necessidade de partir e o desejo de ficar são questões que impulsionaram a criação do espetáculo Como se fosse [im]possível ficar aqui, do núcleo PINEL, cujo processo de concepção será descrito e analisado no presente artigo. A estrutura não-linear das cenas, a tessitura do texto, composto por excertos narrativos e de cenas clássicas da dramaturgia mundial, bem como as relações entre o espaço e as identidades que emergem dos fluxos em territórios físicos e imaginários e a pesquisa de linguagem do grupo, serão abordadas de acordo com os estudos culturais, teorias da comunicação e das artes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-23

Como Citar

DA SILVA, A. M. Como se fosse... linguagem, lugares e identidades [im]possíveis. DAPesquisa, Florianópolis, v. 7, n. 9, p. 064-073, 2018. DOI: 10.5965/1808312907092012064. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/13946. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artes Cênicas