Dewey e a experiência estética: uma contribuição ao Ensino de Arte

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267722021028

Palavras-chave:

John Dewey, Teoria estética, Ensino de arte, Experimento de pensamento, drama

Resumo

O objetivo deste artigo é oferecer contribuições ao ensino de arte por meio da teoria estética de John Dewey, realizando um experimento de pensamento – narrativa que emprega técnicas da literatura ficcional – que se efetua na forma de um drama – recurso didático que leva o aprendiz a um cenário fictício no qual se desenrola uma ação educativa. A primeira seção apresenta a teoria deweyana, enfatizando os conceitos de experiência, situação problemática e reflexão. A segunda seção apresenta um drama em que uma professora de educação infantil reflete sobre as suas experiências com a arte e busca solução para um problema: considerando que suas próprias experiências artísticas sempre foram negativas, como ensinar arte para seus alunos? O artigo põe a professora dentro de um experimento de pensamento, no qual ela conhece as teses de Dewey e obtém resposta para seu problema. A conclusão do artigo sugere que os professores de arte se sintam motivados a ter experiência semelhante à da professora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiane Silva, Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da FCLAr - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP). Durante o Doutorado foi pesquisadora visitante na Texas A&M University (01/08/2015 - 31/12/2015, College Station - TX, com bolsa BEPE-FAPESP). Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da FFCLRP - Universidade de São Paulo (USP) (2013). Possui Graduação em Pedagogia pela USP (2010) e Graduação em História pela UNESP (2006). Membro do Grupo de Pesquisa Retórica e Argumentação na Pedagogia (USP/CNPq). Atualmente é professora-colaboradora na FFCLRP-USP. Professora da Rede de Educação Básica do Município de Ribeirão Preto - SP. Possui pesquisas e principais publicações nas áreas de Filosofia da Educação e História da Educação, focalizando os seguintes temas: Análise Retórica, Sofística, John Dewey, Ralph Waldo Emerson e Educação Brasileira.

Marcus Vinicius Cunha, Universidade de São Paulo/ Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto

Possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1980), mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (1988), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1992) e livre-docência pela Universidade Estadual Paulista (1998). Atualmente é Professor Associado da Universidade de São Paulo (Ribeirão Preto), onde atua no Curso de Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação. É pesquisador do CNPq (nível 1 - D) e coordena o Grupo de Pesquisa Retórica e Argumentação na Pedagogia (USP/CNPq). Suas pesquisas e principais publicações situam-se nas áres de Filosofia da Educação e História da Educação, focalizando os seguintes temas: Análise Retórica, Sofística, Discurso Pedagógico, John Dewey, Pragmatismo, Educação Brasileira e Escola Nova.

Referências

ALEXANDER, Thomas M. The art of life: Dewey’s aesthetics. In: HICKMAN, Larry A. (Org.). Readen Dewey: interpretation for a postmodern generation. Indiana: Indiana University, 1998.

BENTLEY, Arthur F.; DEWEY, John. Knowing and the known. The later works, 1925-1953. In: BOYDSTON, Jo Ann (Org.). The collected works of John Dewey, 1882-1953. Volume 16: 1948. Carbondale: Southern Illinois University, 2008a.

CRICK, Nathan. John Dewey’s aesthetics of communication. Southern Communication Journal, Philadelphia, v. 69, n. 4, p. 303-319, 2004.

CRICK, Nathan. Democracy and rhetoric: John Dewey on the arts of becoming. Columbia: University of South Carolina, 2010.

CRICK, Nathan. Rhetoric and power: the drama of classical Greek. Columbia: University of South Carolina, 2015.

DEWEY, John. Democracia e educação: introdução à filosofia da educação. Tradução Godofredo Rangel e Anísio Teixeira. 3. ed. São Paulo: Nacional, 1959.

DEWEY, John. Experiência e educação. Tradução de Anísio Teixeira. São Paulo: Nacional, 1971.

DEWEY, John. How we think. The Middle Works, 1899-1924. In: BOYDSTON, Jo Ann (Org.). The collected works of John Dewey, 1882-1953. Volume 6: 1910. Carbondale: Southern Illinois University, 2003.

DEWEY, John. Art as experience. The later works, 1925-1953. In: BOYDSTON, Jo Ann (Org.). The collected works of John Dewey, 1882-1953. Volume 10: 1934. Carbondale: Southern Illinois University, 2008b.

DEWEY, John. Time and individuality. The later works, 1925-1953. In: BOYDSTON, Jo Ann (Org.). The collected works of John Dewey, 1882-1953. Volume 14: 1940, p. 98-114. Carbondale: Southern Illinois University, 2008c.

DEWEY, John. Experience and nature. The later works, 1925-1953. In: BOYDSTON, Jo Ann (Org.). The collected works of John Dewey, 1882-1953. Volume 1: 1925. Carbondale: Southern Illinois University, 2008d.

DEWEY, John. Arte como experiência. Tradução Vera Ribeiro. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

DEWEY, John. Lectures in the philosophy of education. New York: Random House, 1966.

ELGIN, Catherine Z. Fiction as thought experiment. Perspectives on Science, Cambridge, v. 22, n. 2, p. 221-241, 2014.

JOHNSTON, James Scott. Inquiry and education. John Dewey and the quest for democracy.: New York: State University of New York, 2006.

MARCONDES, Ofélia Maria. Dewey: estética social e educação democrática. 2017. 176. Tese (Doutorado em Filosofia da Educação). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

MIETTINEN, Reijo. The concept of experiential learning and John Dewey’s theory of reflective thought and action. International Journal of Lifelong Education, v. 1, n. 19, p. 54-72, 2000.

SILVA, Tatiane; CUNHA, Marcus Vinicius. Educação, comunicação e imaginação em John Dewey: contribuições teóricas e práticas. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 2021 (no prelo).

SHUSTERMAN, Richard. Aesthetic experience: from analysis to Eros. In: SHUSTERMAN, Richard; TOMLIN, Adele. Aesthetic experience. New York: Routledge, 2008. p. 79-97

STROUD, Scott R. Dewey on art as evocative communication. Education and Culture. v. 2, n. 23, 2007. p. 6-26.

STROUD, Scott R. The art of experience: Dewey on the aesthetic. In: WOJCIECH, Malecki (org.). Practicing pragmatism aesthetics: critical perspective on the arts. Amsterdam: Rodopi, 2014, p. 33-46.

Downloads

Publicado

2021-10-31

Como Citar

SILVA, T.; CUNHA, M. V. . Dewey e a experiência estética: uma contribuição ao Ensino de Arte. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 7, n. 2, 2021. DOI: 10.5965/24471267722021028. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/20652. Acesso em: 22 maio. 2022.