“Efemeridades e Persistências”: exposição e ações educativas em uma escola de educação formal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267622020117

Palavras-chave:

exposição , ação educativa , efemiridades , persistencia

Resumo

O artigo aborda as proposições e ações educativas realizadas na exposição “Efemeridades e Persistências”, cujo tema foi lançado na disciplina “Ação Educativa em Espaços Culturais”, do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Projeto de arte contemporânea realizado no “Espaço Estético” do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Florianópolis/SC, no ano de 2018, integrou discentes que são professoras/educadoras de núcleos pedagógicos de universidades, institutos, escolas e instituições culturais. Bem como, desvelou desafios em decorrência de dois fatores: desenvolvimento de uma proposta expositiva em espaço escolar de educação formal articulado a uma mediação cultural para um público específico. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Rossi Gonçalves, Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE)

Doutoranda em Patrimônio Cultural e Sociedade pela Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE) e Mestre em Educação pela UNIVILLE. É especialista em Arte-Educação pela Faculdade Pe. João Bagozzi (Curitiba/PR) e licenciada em Artes Visuais (UNIVILLE). Atua como professora de Desenho e Pintura na Escola de Artes Fritz Alt em Joinville/SC.

Taiza Mara Rauen Moraes, Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE)

Doutora e mestre em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Possui graduação em Letras pela Universidade do Contestado (UnC). É professora titular da Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE) no Programa de Pós Graduação em Patrimônio Cultural e Sociedade e no curso de Licenciatura em Letras.

Referências

CHEN, Luciana. Reflexões sobre a educação formal e não-formal a partir da semiótica discursiva. In: XX COLÓQUIO DO CENTRO DE PESQUISAS SOCIOSSEMIÓTICAS, 2014, São Paulo. Anais XX Colóquio do Centro de Pesquisas Sociossemióticas (PUC - SP), São Paulo. Editora da PUC - SP, 2014.

COSTA, Fabiola C.B. Espaço estético no contexto escolar. Revista Sobre Tudo: Florianópolis, v. 6, p. 105-119, 2009.

COUTINHO, Rejane Galvão. O educador pesquisador e mediador: questões e vieses. Pós: Belo Horizonte, v. 3, n. 5, p. 46 - 55, maio, 2013.

ESTAÇÃO DA MEMÓRIA. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Esta%C3%A7%C3%A3o_da_Mem%C3%B3ria>. Acesso em 7 jan. 2020.

GONÇALVES, Juliana Rossi. Patrimônio em branco. In: Efemeridades e Persistências. Etiqueta do trabalho exposto. Florianópolis: UDESC e Colégio da Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina. 2018.

GROSSMANN, Martin. Museu como interface. In: GROSSMANN, Martin; MARIOTTI, Gilberto (Org.). Museum Art Today/Museu Arte Hoje. São Paulo: Hedra e Fórum Permanente, 2011. P. 193-221.

HELGUERA, Pablo. Transpedagogia. In: HELGUERA, Pablo; HOFF, Mônica. (Orgs.). Pedagogia no campo expandido. Porto Alegre: Fundação Bienal do Mercosul, 2011. P. 11-31.

MARTINS, Miriam Celeste. Mediações culturais e contaminações estéticas. Revista GEARTE: Porto Alegre, v. 1, n. 2, p. 248-264, ago. 2014. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/52575>. Acesso em: 12 jan. 2020.

MUSEU DE ARTE DE JOINVILLE. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_de_Arte_de_Joinville>. Acesso em 7 jan. 2020.

MUSEU NACIONAL DE IMIGRAÇÃO E COLONIZAÇÃO. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_Nacional_de_Imigra%C3%A7%C3%A3o_e_Coloniza%C3%A7%C3%A3o>/. Acesso em 7 de jan. 2020.

RAMALHO E OLIVEIRA, Sandra. Efemeridades e Persistências. In: Efemeridades e Persistências. Convite da Mostra. Florianópolis: UDESC e Colégio da Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina. 2018.

Downloads

Publicado

2020-09-14

Como Citar

GONÇALVES, J. R.; MORAES, T. M. R. “Efemeridades e Persistências”: exposição e ações educativas em uma escola de educação formal. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 6, n. 2, 2020. DOI: 10.5965/24471267622020117. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/17756. Acesso em: 28 set. 2022.