Pensando uma dramaturgia de grupo

André Carreira, André Felipe Costa Silva

Resumo


O presente artigo versa sobre os procedimentos de criação coletiva de dramaturgia dentro de grupos teatrais brasileiros estáveis. A reflexão provém de um confronto entre a estrutura da dramaturgia que nasce literatura, paralela à criação de todas as partes que compõem um espetáculo, e daquela que se define como elemento inseparável da encenação – uma discussão sobre a novidade do que desenvolvem os “criadores coletivos”: desenvolvem uma realmente nova dramaturgia? Falam de um mesmo ou de um outro teatro?

Palavras-chave


dramaturgia; criação coletiva; teatro de grupo; grupos de São Paulo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1808312903052008852



Direitos autorais 2008 André Carreira, André Felipe Costa Silva

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Indexadores, diretórios e bases de dados

                   


Revista DAPesquisa - Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - Centro de Artes - CEART

Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1907 - Itacorubi - Florianópolis - SC - CEP: 88035-001

Email: dapesquisa@gmail.com       

ISSN 1808-3129

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.