Dossiê Temático: As artes da cena dos e com os povos indígenas

Para este Dossiê Temático a Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas – receberá artigos até: 15 janeiro de 2022. Estes artigos devem compor a Urdimento, v.1, n. 43, de março/abril de 2022. 

O dossiê pretende reunir trabalhos realizados entre e com os povos indígenas, que envolvam artistas indígenas e/ou não indígenas, engajados nas lutas e nos processos de visibilidade das culturas e manifestações desses povos. O dossiê visa compilar análises sobre a presença indígena e suas cosmologias nas Artes da Cena e todas as possibilidades de hibridização cênica, em seus múltiplos contextos e possibilidades, incluindo as perspectivas antropológicas e históricas, envolvendo questões políticas, territoriais e ambientais, dos pontos de vista histórico, visual, sonoro, performático e dos cruzamentos possíveis entre eles.

 

Pretendemos reunir abordagens sobre:

  • Experiências artísticas colaborativas com povos indígenas;
  • A problematização e suas responsabilidades diante das matrizes culturais;
  • O afeto nas relações interétnicas;
  • Máscaras e suas diversas formas de expressão cênico ritual;
  • Teatro, dança, música e movimento como categorias cênicas e/ou analíticas;
  • As relações entre corpo e cultura;
  • As brincadeiras infantis e seus aspectos cênicos;
  • O universo mágico, religioso e mitológico em diálogo com as artes da cena;
  • As relações entre humanos e não humanos nas narrativas/ histórias e a cena;
  • Teatro e processos de atuação e criação ficcional;
  •  Espetáculos e apresentações artísticas realizadas por indígenas;
  •  A cena política e as imagens políticas nos processos de reivindicação e luta dos povos indígenas. 

 

O Comitê̂ Editorial é composto por – Maria Brígida de Miranda, professora-doutora Universidade do Estado de Santa Catarina, Tereza Mara Franzoni, professora-doutora Universidade do Estado de Santa Catarina, Luciana Hartmann, professora-doutora Universidade de Brasília, Deise Lucy Montardo, professora-doutora Universidade Federal do Amazonas, Naine Terena, professora-doutora Faculdade Católica de Mato Grosso, Luiz Davi Vieira Gonçalves, professor-doutor Universidade do Estado do Amazonas, Graciela Chamorro, professora-doutora Universidade Federal da Grande Dourados.

 

Todos os artigos enviados são avaliados no sistema duplo cego (peer review); e a publicação dar-se-á a partir da aprovação do mesmo por dois/duas pareceristas ad hoc.

Para publicar na Urdimento n.43 o/a interessado/a deve primeiro cadastrar-se como autor/a no link: http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/user/register

Em seguida deverá submeter o artigo na plataforma OJS no link da REVISTA URDIMENTO até  15 de janeiro de 2022http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento

Os artigos devem ser encaminhados de acordo com as Diretrizes para os/as autores/as, no link:

http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/about/submissions#authorguidelines