[1]
R. Medeiros de Araújo, “Sarah Kane e o mito de si: sob o guarda-chuva, com um projeto em punho à sombra do golem”, Urdimento, vol. 1, nº 28, p. 035-048, jul. 2017.