Povos Indígenas e História do Tempo Presente

Submissões até 30  de abril de 2023.

Os povos indígenas enfrentam as consequências de uma história colonial inacabada, que está na base das contradições, conflitos e antagonismos que protagonizam o atual contexto de capitalismo global e de crise multidimensional (econômica, ecológica, política, civilizatória). O passado que não quer passar insiste em assombrar os injustiçados da história, impondo constantes desafios epistêmicos, teóricos e metodológicos para sua legibilidade, compreensão e análise. O dossiê “Povos Indígenas e História do Tempo Presente” visa reunir resultados de pesquisas interdisciplinares e originais que discutam o passado traumático que habita as histórias do presente indígena, as resistências, lutas e desafios que eles/as enfrentam; assim como o modo como prefiguram horizontes políticos, de vida e de re-existência a partir dos diálogos que tecem com o passado.

A luta indígena pelo território e pela vida impulsiona inclusive novas perspectivas historiográficas. Portanto, para este singular dossiê, esperamos trabalhos que abordem problemas do presente, resultantes de uma longa e constante história de violência às formas originárias de ser e viver. De interesse particular, serão bem-vindos textos cujo foco principal sejam memórias, movimentos, temporalidades e narrativas históricas indígenas, que examinem e analisem criticamente experiências de dominação, hegemonia, adaptação, resposta e resistência ao colonialismo, ao capitalismo, ao patriarcado e ao racismo estrutural na história recente.

Organização:

Héctor Nahuelpán Moreno - Comunidad de Historia Mapuche, Universidad de Los Lagos (Chile)

Luisa Tombini Wittmann - Universidade do Estado de Santa Catarina (Brasil)