Alberto Bomílcar Besouchet: tensões e conflitos na trajetória de um militante antifascista (1935-1938)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180315382023e0109

Palavras-chave:

Alberto Bomílcar Besouchet, trajetória, militância antifascista

Resumo

A proposta do artigo é abordar dois eventos centrais na trajetória de Alberto Besouchet, a saber, o protagonismo na rebelião armada em Pernambuco em novembro de 1935 e o episódio de seu desaparecimento enquanto lutava ao lado das tropas republicanas contra o general Francisco Franco durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939). Para tanto, utilizaremos a documentação da Delegacia Especial de Segurança Política e Social (APERJ), as fontes da Internacional Comunista (Arquivo Edgard Leuenroth/Unicamp), as notas informativas do dirigente do Partido Comunista do Brasil (PCB) Honório de Freitas Guimarães (Centro de Documentação e Memória/Unesp), o jornal A Classe Operária e as cartas dos irmãos Augusto e Lídia Besouchet. Se trabalhar com Alberto Besouchet nos permite observar os vínculos entre o antifascismo global e local, analisaremos como o personagem se inseriu no conflito entre as distintas forças de esquerda no período entreguerras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Antônio Machado Lima Pereira, Universidade Federal do Maranhão

Doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Referências

ACLE-KREYSING, Andrea. Exiliados europeos y cultura antifascista en Ciudad de México y Buenos Aires (1936-1945): algunas hipótesis de trabajo. In: VILLARES, Ramón; NÚÑEZ SEIXAS, Xosé (orgs.). Os exilios ibéricos: una ollada comparada. Santiago de Compostela: Consello da Cultura Galega, 2017. p. 171-192.

AGOSTI, Aldo. O mundo da Terceira Internacional: os “estados maiores”: In: HOBSBAWM, Eric (coord.). História do marxismo: o marxismo na época da Terceira Internacional: da Internacional Comunista de 1919 às frentes populares. Trad. Carlos Nelson Coutinho e Nemesio Salles. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988. p. 99-168.

ALBERS, Patricia. Shadows, fire, snow: the life of Tina Modotti. Berkeley: University of California Press, 2002.

ALMEIDA, Miguel Tavares de. Os trotskistas frente à Aliança Nacional Libertadora e aos levantes de novembro de 1935. Cadernos AEL, Campinas, v. 12, n. 22-23, p. 82-119, 2005.

ALMEIDA, Paulo Roberto de. Brasileiros na guerra civil espanhola: combatentes na luta contra o fascismo. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, p. 35-66, 1999.

ALMEIDA, Paulo Roberto de. [Correspondência]. Destinatário: Augusto Besouchet. Berna, 12 jun. 1981a. 1 carta pessoal.

ALMEIDA, Paulo Roberto de. [Correspondência]. Destinatário: Lídia Besouchet de Freitas. Berna, 5 maio 1981b. 1 carta pessoal.

ANDREASSA CIERI, Alejandro. Fascismo y antifascismo: 1922-1945. In: SÁNCHEZ CERVELLÓ, Josep (ed.). El pacte de la no intervenció: la internacionalització de la guerra civil espanyola. Tarragona: Publicaciones URV, 2009. p. 33-50.

BATTIBUGLI, Thaís. A solidariedade antifascista: brasileiros na guerra civil espanhola. Campinas: Autores Associados; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2004.

BENSAÏD, Daniel. Trotskismos. Trad. Sérgio Vitorino. Lisboa: Edições Combate, 2008.

BERABA, Marcelo. Familiares acusam os comunistas pela morte de Besouchet. Folha de São Paulo, São Paulo, p. 18, 13 jul. 1986. 2º Caderno. Exterior.

BESOUCHET, Alberto Bomílcar. Aos companheiros do PC e da ANL encarcerados nas masmorras getulianas. A Luta de Classe, [s.l.], ano VI, n. 33, p. 5, nov. 1936.

BESOUCHET, Augusto. [Correspondência]. Destinatário: Lídia Besouchet de Freitas. Rio de Janeiro, 19 jul. 1939. 1 carta pessoal.

BESOUCHET, Augusto. [Correspondência]. Destinatário: Paulo Roberto de Almeida. Niterói-RJ, 30 maio 1981. 1 carta pessoal.

BESOUCHET, Helvécio. [Correspondência]. Destinatário: Fernando Morales Lamas. Alcalá de Henares, 1937. Informes solicitados por particulares. 1 carta pessoal. Inventario de la Embajada de España en Rio de Janeiro. Cx. 51, Doc. 16488. Archivo General de la Administración (AGA).

BISSO, Andrés. El antifascismo latinoamericano: usos locales y continentales de un discurso europeo. Asian Journal of Latin American Studies, Seúl, n. 3, p. 91-116, 2000.

BLOCH, Richard. Como o tenente Besouchet alcançara a Espanha. Diário de Pernambuco, Recife, p. 3, 16 jun. 1937.

BURDIEL, Isabel. Historia política y biografía: más allá de las fronteras. Ayer, Madrid, n. 93, p. 47-83, 2014.

CARVALHO, Apolônio de. Vale a pena sonhar. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

COSTA, Homero de Oliveira. A insurreição comunista de 1935. Natal: EDUFRN, 2015.

CUNHA, Paulo Ribeiro da. O antimil: o setor militar: origens de uma organização. Lutas Sociais, São Paulo, n. 29, p. 59-71, 2012.

DASSÚ, Marta. Frente única e frente popular: o VII Congresso da Internacional Comunista. In: HOBSBAWM, Eric (coord.). História do marxismo: o marxismo na época da Terceira Internacional: da Internacional Comunista de 1919 às Frentes Populares, Trad. Carlos Nelson Coutinho e Nemesio Salles. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988. p. 293-336.

ELLIOT, A. M. Memorando. [S.l], 15 jan. 1939. Documentos da Internacional Comunista, microfilme n. 10. Arquivo Edgard Leuenroth (AEL)

FERNANDEZ, Jorge Christian. Voluntários da liberdade: militares brasileiros nas forças armadas republicanas durante a guerra civil espanhola (1936-1939). 2003. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2003.

FERRO, Marc. O ressentimento na história. Trad. André Telles. Rio de Janeiro: Agir, 2009.

FREITAS, Lídia Besouchet de. Depoimento: cronologia de Alberto. Madrid, 11-12 mar. 1981.

FREITAS, Lídia Besouchet de. [Correspondência solicitando informações sobre o irmão Alberto Besouchet]. Madrid, nov. 1979. 1 carta pessoal.

FREITAS, Lídia Besouchet de. [Correspondência]. Destinatário: Paulo Roberto de Almeida. Madrid, 15 mai. 1981. 1 carta pessoal.

GARCÍA, Hugo; YUSTA, Mercedes; TABET, Xavier; CLÍMACO, Cristina (eds.). Rethinking antifascism: history, memory and politics, 1922 to the present. New York: Berghahn Books, 2016.

GARCÍA, Hugo. Was there an antifascist culture in Spain during the 1930s? In: Rethinking antifascism: history, memory and politics, 1922 to the present. New York: Berghahn Books, 2016a. p. 92-103.

GARCÍA, Hugo. Transnational history: a new paradigm for anti-fascist studies? Contemporary European History, Cambridge, v. 25, n. 4, p. 563-572, 2016b.

GARCÍA, Hugo. El antifascismo en España (1933-39): una historia pendiente. In: ORTEGA LÓPEZ, Teresa María; DEL ARCO BLANCO, Miguel Ángel (org.). Claves del mundo contemporáneo: debate e investigación. CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN DE LA HISTORIA CONTEMPORÁNEA, 11., 2012, Granada. Actas […]. Granada: Comares, 2013. p. 1-22.

GODICHEAU, François. El proceso del POUM: proceso ordinario de una justicia extraordinaria. Historia contemporánea, Bizkaia, n. 29, p. 839-869, 2004.

GORKIN, Julián. [Correspondência]. Destinatário: Lídia Besouchet de Freitas. Paris, 06 out. 1980. 1 carta pessoal. Fundo Lídia Besouchet, Cx. 4, Doc. 01-21. Arquivo do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB/USP).

GROPPO, Bruno. Biografia e autobiografias como fontes para a história do comunismo: os trabalhos de biografia coletiva após a abertura dos arquivos do Comintern. Revista Contemporânea, Niterói, v. 2, n. 2, p. 226-250, 2012.

GUIMARÃES, Honório de Freitas. Carta de “Castro” a “Jack”. Paris, 24 set. 1937. Documentos da Internacional Comunista, microfilme n. 10. Arquivo Edgard Leuenroth (AEL).

HÉRNANDEZ SÁNCHEZ, Fernando. Guerra o revolución: el Partido Comunista de España en la guerra civil. Barcelona: Crítica, 2010.

KAREPOVS, Dainis. O ‘caso Besouchet’ ou o lado brasileiro dos processos de Moscou pelo mundo. O olho da história, Salvador, v. 12, n. 9, p. 01-10, 2006.

KAREPOVS, Dainis. The fate of first brazilian brigadist in Spain: a biographical note about Alberto Bomílcar Besouchet. International Newsletter of Communist Studies, Mannheim, v. 16, p. 410-413, 2003a.

KAREPOVS, Dainis. Luta subterrânea: o PCB em 1937-1938. São Paulo: Hucitec, Unesp, 2003b.

MAGALHÃES, Mário. Marighella: o guerrilheiro que incendiou o mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

MEIHY, José Carlos Sebe Bom. A revolução possível: história oral de soldados brasileiros na guerra civil espanhola. São Paulo: Xamã, 2009.

MODOTTI, Tina. [Correspondência de “María” sobre Alberto Besouchet]. Destinatário: Comitê Central do Partido Comunista Espanhol (PCE). Valência, 24 jan. 1937. 1 carta pessoal. Documentos da Internacional Comunista, microfilme n. 10. Arquivo Edgard Leuenroth (AEL).

MORADIELLOS, Enrique. Las Brigadas Internacionales: una revisión histórica y bibliográfica. Sine Ira et Studio, Cáceres: Universidad de Extremadura, p. 39-47, 2000.

NOTA da redação. A Luta de Classe, [s.l.], ano VI, n. 33, p. 5, nov. 1936.

ORWELL, George. Lutando na Espanha e o ensaio recordando a guerra civil. Trad. Affonso Blacheyre. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.

PENNETIER, Claude; PUDAL, Bernard. A política de enquadramento: o exemplo francês. In: DREYFUS, Michel (org.). O século dos comunismos: depois da ideologia e da propaganda uma visão serena e rigorosa. Lisboa: Notícias, 2004. p. 415-426.

PEREIRA, Marco Antônio Machado Lima. “Las armas y las letras” dos voluntários brasileiros na guerra civil espanhola: identidades, memórias e trajetórias. Porto Alegre: Multifoco, 2017.

POLLAK, Michel. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p. 03-15, 1989.

PORTELLI, Alessandro. O massacre de Civitella Val di Chiana (Toscana, 29 de junho de 1944): mito, política, luto e senso comum. In: AMADO, Janaina; FERREIRA, Marieta de Moraes. Usos e abusos da história oral. 8. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. p. 103-130.

PRONTUÁRIO N. 1753: Alberto Bomílcar Besouchet. Rio de Janeiro, 19 jan. 1936. Fundo Polícias Políticas/DESPS. Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro (APERJ).

RANGEL, Lívia de Azevedo Silveira. Lídia Besouchet e Newton Freitas: mediações políticas e intelectuais entre o Brasil e o Rio da Prata (1938-1950). 2016. Tese (Doutorado em História) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

REIS, Dinarco. [Entrevista]. [Entrevista cedida a] José Carlos Sebe Bom Meihy. Rio de Janeiro, 21 mar. 1989. Mimeografado.

REQUENA GALLEGO, Manuel. Las Brigadas Internacionales en el contexto internacional de la guerra civil española. In: SÁNCHEZ CERVELLÓ, Josep (ed.). El pacto de la no intervención: la internacionalització de la guerra civil espanyola. Tarragona: Publicaciones URV, 2009. p. 157-168.

SEIDMAN, Michael. Transatlantic antifascisms: from the Spanish Civil War to the end of World War II. Cambridge: Cambridge University Press, 2018.

SKOUTELSKY, Rémi. Novedad em el frente: las Brigadas Internacionales en la guerra civil. Madrid: Ediciones Temas de Hoy, 2006.

SOBRINHO, José Famadas; MACEDO, José Maria. Expulsões. A Classe Operária, Rio de Janeiro, ano XI, n. 196, p. 7, 25 dez. 1935.

TRAVERSO, Enzo. Interpretar o fascismo: sobre George L. Mosse, Zeev Sternhell e Emilio Gentile. In: QUADRAT, Samantha; ROLLEMBERG, Denise (org.). História e memória das ditaduras do século XX. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2015. p. 15-38.

TRAVERSO, Enzo. El pasado, instrucciones de uso: historia, memoria, política. Trad. Almudena González de Cuenca. Madrid: Marcial Pons, 2007.

VADILLO MUÑOZ, Julián. La diversidad y el conflicto: las disputas del bando republicano durante la guerra civil. Estado de la cuestión historiográfica. Contenciosa, Santa Fe, v. 5, n. 7, p. 01-22, 2017.

VENCESLAU, Paulo de Tarso. Memória: o general Apolônio de Carvalho. Teoria e Debate, São Paulo, n. 6, p. 10, 1989.

VIANNA, Marly de Almeida Gomes. Revolucionários de 1935: sonho e realidade. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

VIANNA, Marly de Almeida Gomes. O PCB, a ANL e as insurreições de novembro de 1935. In: FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucília de Almeida Neves (orgs.). O Brasil Republicano: o tempo do nacional-estatismo: do início da década de 1930 ao apogeu do Estado Novo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileiro, 2003. p. 63-105.

Publicado

2023-04-18

Como Citar

PEREIRA, Marco Antônio Machado Lima. Alberto Bomílcar Besouchet: tensões e conflitos na trajetória de um militante antifascista (1935-1938). Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 15, n. 38, p. e0109, 2023. DOI: 10.5965/2175180315382023e0109. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180315382023e0109. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos