Produção fotográfica e usos sociais: a fotografia orgânica de uma missão de paz da ONU (1957-1967)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180314362022e0303

Resumo

Este artigo é um esforço de longo tempo. Tecido nas dobraduras de quase duas décadas de intensa pesquisa nos arquivos da Organização das Nações Unidas (ONU), da Associação Brasileira dos Integrantes do Batalhão Suez (Abibs) e nas dezenas de acervos fotográficos que tive a oportunidade de acessar e/ou que me foram cedidos graciosamente pelos soldados fotógrafos da Missão Suez. Aqui, procuramos discutir alguns aspectos da prática fotográfica empreendida no contexto da primeira Missão de Paz promovida pela ONU na fronteira árabe-israelense, na Península do Sinai (na fronteira Palestina-Israel) entre os anos de 1957 e 1967. De um modo geral, a produção fotográfica dos soldados tornou-se uma excitação especial para aqueles fotógrafos amadores. A preferência pelas fotografias enfatiza o seu caráter multidisciplinar e nos dá uma oportunidade especial para realizar um recall histórico da chamada Missão Suez a partir delas. As fotografias de Suez são entendidas para além de mera lembrança de velhos, mas são percebidas enquanto uma marca cultural daquele passado que nos trazem à tona.

Palavras-chave: conflito Árabe-Israel; missão de paz; ONU; fotografia de guerra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Arraes, Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Referências

ARRAES, Ricardo. Batalhão Suez: história, memória e representações dos soldados brasileiros (1957-1967). Rio de Janeiro: Editora Multifoco-EdUFPI, 2013.

BARTHES, Roland. A câmara clara: nota sobre fotografia. Rio de janeiro: Nova Fronteira, 2015.

KOSSOY, Boris. Realidades e ficções na trama fotográfica. 3. ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

MENESES, Ulpiano T. Bezerra de. Fontes visuais, cultura visual, história visual: balanço provisório, propostas cautelares. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 23, n.45, p. 11-36, 2003.

MONTEIRO, Charles. História, fotografia e cidade: reflexões teórico metodológicas sobre o campo de pesquisa. MÉTIS: história & cultura, [s.l.], v. 5, n. 9, p. 11-23, jan./jun. 2006.

MASSIA, Rodrigo de S. Fotógrafos, espaços de produção e usos sociais da fotografia em Porto Alegre nos anos 1940 e 1950. Dissertação (Mestrado em História) − PUCRS, Porto Alegre, 2008.

PORTELLI, Alessandro. A filosofia e os fatos: narração, interpretação e significado nas memórias e nas fontes orais. Tempo, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 59-72, 1996.

Downloads

Publicado

2022-09-11

Como Citar

ARRAES, R. Produção fotográfica e usos sociais: a fotografia orgânica de uma missão de paz da ONU (1957-1967). Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 14, n. 36, p. e0303, 2022. DOI: 10.5965/2175180314362022e0303. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180314362022e0303. Acesso em: 28 set. 2022.