Refugiados e a Guerra Civil Síria: análise e perspectivas sobre o acolhimento na Turquia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180313322021e0108

Resumo

O presente artigo examina um aspecto central na Guerra Civil Síria, a saber, o acolhimento de refugiados de guerra na Turquia. Em especial, também se traçam cenários para esse acolhimento a partir da realidade atual do conflito armado. Metodologicamente, a pesquisa fundamenta-se na triangulação de dados que combinam bibliografia especializada, documentos sobre o tema provenientes de organizações humanitárias e ACNUR, à luz da literatura de avaliação de cenários internacionais. A Turquia foi um dos países que mais acolheu sírios desde o início do conflito armado na Síria em 2011. Neste contexto, a pesquisa aborda essa iniciativa e os desafios enfrentados pelo país devido à grande quantidade de refugiados em seu território, refletindo também sobre as perspectivas para esse acolhimento. Para isso, o artigo inicialmente apresenta a definição de refugiados e a contextualização do conflito sírio que provocou a saída de muitos civis. Em seguida, examina-se o acolhimento humanitário realizado pela Turquia e os desafios que surgiram ao longo desses anos em que o conflito perdura. Por fim, busca-se construir três possíveis cenários para a guerra civil síria e o acolhimento dos refugiados

Biografia do Autor

Marcos Alan S. V. Ferreira, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Professor Associado - Departamento de Relações Internacionais na Universidade Federal da Paraíba; Professor Visitante do Mestrado em Desenvolvimento Social da Universidad Núr (Bolívia); Bolsista Produtividade Nível 2 - CNPq.

Referências

ACNUR. Após 9 anos de tragédia, resiliência e solidariedade, o mundo não pode esquecer dos sírios. [Brasília]: ACNUR, 2020. Disponível em: https://www.acnur.org/portugues/2020/03/11/apos-9-anos-de-tragedia-resiliencia-e-solidariedade-o-mundo-nao-pode-esquecer-dos-sirios/. Acesso em: 25 jul. 2020.

ACNUR. Mais de 1,4 milhão de refugiados vão precisar de reassentamento em 2020. [Brasília]: Nações Unidas, 2019. Disponível em: https://nacoesunidas.org/acnur-mais-de-14-milhao-de-refugiados-vao-precisar-de-reassentamento-em-2020/. Acesso em: 25 jul. 2020.

AKAR, Sevda; ERDOĞDU, M. Mustafa Syrian refugees in Turkey and integration problem ahead. Journal of International Migration and Integration, Amsterdã, n.20, p. 925-940, 2019.

ANDRADE, George Bronzeado de. A guerra civil Síria e a condição dos refugiados: um antigo problema, “reinventado” pela crueldade de um conflito marcado pela inação da comunidade internacional. Revista de Estudos Internacionais, João Pessoa, v. 2, p.121-138, 2011.

BARICHELLO, Stefania Eugenia; ARAUJO, Luiz Ernani Bonesso de. Aspectos históricos da evolução e do reconhecimento internacional do status de refugiado. Universitas Relações Internacionais, Brasília, v. 12, n. 2, p. 63-76, jul./dez. 2014.

BABAN, Feyzi; ILCAN, Suzan; RYGIEL, Kim. Syrian refugees in Turkey: pathways to precarity, differential inclusion, and negotiated citizenship rights. Journal of Ethnic and Migration Studies, New York, v. 43, n. 1, p. 41-57, 2017.

BATALLA, Laura; TOLAY, Juliette. Toward long-term solidarity with Syrian Refugees? Turkey’s Policy response and challenges. Atlantic Council, Washington, D.C., 2018. Disponível em: https://www.atlanticcouncil.org/in-depth-research-reports/report/toward-long-term-solidarity-with-syrian-refugees-turkey-s-policy-response-and-challenges/. Acesso em: 02 abr. 2021.

BBC. O que é pandemia e o que muda com declaração da OMS sobre o novo coronavírus. [São Paulo]: BBC News: 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-51363153. Acesso em: 27 jul. 2020.

BOLUK, Gulden; ERDEM, Sukru. Syrian refugees in Turkey: between heaven and hell? IEMED: Mediterranean Yearbook, Madrid, n. 2016, p. 1-4, 2016.

ASSISTANCE to Syrian refugees in Turkey. In: BRUSSELS CONFERENCE, 2018, Brussels. Conference document […]. [Brussels]: European Council Council of the European Union, 24-25 April 2018. Disponível em: https://www.consilium.europa.eu/media/34146/turkey-partnership-paper.pdf. Acesso em: 26 de jul de 2020.

BUARQUE, Sérgio C. Metodologia e técnicas de construção de cenários globais e regionais. Texto para discussão nº 939. Brasília: IPEA, 2003. p.1-43

CORDEIRO, Rui. Covid-19: milhões de refugiados enfrentam cenário de contágio iminente. TVI24 Internacional, [S.l], 9 abr. 2020. Disponível em: https://tvi24.iol.pt/internacional/coronavirus/covid-19-milhoes-de-refugiados-enfrentam-cenario-de-contagio-iminente. Acesso em: 26 jul. 2020.

DRAWIN, Maria Clara. O fim do Estado Islâmico e os possíveis cenários para a Guerra na Síria. In: CONJUNTURA INTERNACIONAL: PUC Minas, [Belo Horizonte], 2 jul. 2019. Disponível em: https://pucminasconjuntura.wordpress.com/2019/07/02/o-fim-do-estado-islamico-e-os-possiveis-cenarios-para-a-guerra-na-siria/. Acesso em: 25 jul. 2020.

DW. Turquia abre fronteiras a refugiados que querem chegar à Europa. DW Internacional, Berlim, 2020. Disponível em: https://www.dw.com/pt-002/turquia-abre-fronteiras-a-refugiados-que-querem-chegar-%C3%A0-europa/a-52619436#:~:text=O%20Presidente%20turco%2C%20Recep%20Tayyip,entre%20as%20partes%20em%202016. Acesso em: 27 jul. 2020.

EMHRM. Syrian refugees in Turkey: a status in limbo. Copenhague: Euro-Mediterranean Human Rights Network, oct. 2011. p. 01-18.

FARIAS, Nivaldo Inojosa; FERREIRA, Marcos Alan S. V. Refugiados da Birmânia na Tailândia: da solidariedade à criação de políticas públicas. In: CARLETTI, Anna; NOBRE, Fábio R. F.; FERREIRA, Marcos Alan S. V. Relações Internacionais e religião: reflexões rumo a um contexto pós-laicista. João Pessoa: Editora UFPB, 2020. p. 236-282.

FERREIRA, Marcos Alan S. V.; VANDERLEI, Gary R.; BELINATTI, Gisele. A formação histórica e o engajamento político da Irmandade Muçulmana síria sob a perspectiva da Teologia Pública. Brazilian Journal of International Relations, Marília, v.5, n.2, p. 317-341, mai./ago. 2016.

FERRIS, Elizabeth; KIRIŞCI, Kemal. The context, causes, and consequences of syrian displacement. In: FERRIS, Elizabeth; KIRIŞCI, Kemal. The consequences of chaos: Syria’s humanitarian crisis and the failure to protect. Washington D.C.: Brookings Institution Press, 2016. p. 01-32.

FURTADO, Êrika Rigotti. O Problema dos refugiados sírios na Europa e a teoria da justiça de John Rawls. Revista de Direito, Viçosa, v.09, n.02, p. 61-85, 2017.

FURTADO, Gabriela; RODER, Henrique; AGUILAR, Sergio L. C. A guerra civil Síria, o Oriente Médio e o sistema internacional. Observatório de conflitos internacionais, Marília, v. 1, p.01-06, dez. 2014.

GARCÍA, Sergio; MASSARAT, Leila Sant. Religión y sociedade: movimientos migratorios, integración y cohesión social. Revista Brasileira de Políticas Públicas e Internacionais, João Pessoa,v. 4, n. 2, p. 05-24, 2019.

GHOTME, Rafat; SICARD, Nadia García. Los refugiados sírios como “problema” de seguridade regional. Estudios de Asia y África, Madrid, v. 51, n. 2, p. 365-390, 2016.

GOOGLE NEWS. Coronavírus (COVID-19). [S.l.]: Google notícias, [c2020]. Disponível em: https://news.google.com/covid19/map?hl=pt-BR&mid=%2Fm%2F02j71&gl=BR&ceid=BR%3Apt-419. Acesso em: 28 set. 2020.

HOFFMANN, Sophia; SAMUK, Sahizer. Turkish immigration politics and the Syrian refugee crisis. Working Paper: Division Global Issues, n: 01, p. 01-30, 2016.

IÇDUYGU, Ahmet; NIMER, Maissam. The politics of return: exploring the future of syrian refugees in Jordan, Lebanon and Turkey. Third World Quarterly, Londres, v. 41, n. 3, p. 415-433, 2019.

IFRC. Impact of COVID-19 on refugee populations benefitting from the emergency social safety net (ESSN) programme. Istambul: International Federation of Red Cross and Red Crescent Societies (IFRC): Assessment Report, 2020. p. 01-12.

IMDH (Instituto Migrações e Direitos Humanos). Migrações, refúgio e apatridia: guia para comunicadores. 1. ed. Brasília: IMDH-Migramundo-Ficas-Avina-ACNUR, 2019. Disponível em: https://www.acnur.org/portugues/wp-content/uploads/2019/05/Migracoes-FICAS-color_FINAL.pdf. Acesso em: 15 jul. 2020.

INOJOSA, Anne H. F. A questão da emigração e a convenção 94 da OIT. Revista eletrônica do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, Curitiba, v. 8, n.81, p. 86-105, 2019. Disponível em: https://juslaboris.tst.jus.br/handle/20.500.12178/162911. Acesso em: 15 jul 2020.

IOM. World Migration Report 2020 Launched. Genebra: International Organization for Migration – IOM, 2019. Available in: : https://www.iom.int/news/world-migration-report-2020-launched. Access in: 27 jul. 2020.

LEEUWEN, Jan van; VEEN, Erwin van. Turkey in northwestern Syrian: rebuilding empire at the margins. In: CLINGENDAEL: Netherlands Institute of International Relations. CRU Policy Brief. [Haia]: Clingendael, 2019. p. 01-11.

LOTERO-ECHEVERRI, Gabriel; PÉREZ-RODRIGUEZ, M. A. Migraciones em la sociedade contemporânea: correlación entre migración y desarrollo. Retos - Revista de Ciencias de la Administración y Economía, Madrid, v. 9, n.17, p. 145-159, 2019.

LUQUINI, Roberto de Almeida. Os refugiados da guerra civil da Síria. In: WOISCHNIK, Jan; THEMOTEO, Reinaldo J. (org.). Fluxos migratórios e refugiados na atualidade. 1. ed. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2017. v. 7. p. 113-134. (Série relações Brasil-Europa).

MARCIAL, Elaine (org.). População e sociedade. In: MEGATENDÊNCIAS MUNDIAIS 2030: o que entidades e personalidades internacionais pensam sobre o futuro do mundo? Contribuição para um debate de longo prazo para o Brasil. Brasília: Ipea, 2015.

MORAES, Hebert. Reconstrução da Síria passa pela saída do ditador Bashar al-Assad do poder. Jornal Opção, Goiânia, edição 2268, 2018. Disponível em: https://www.jornalopcao.com.br/colunas-e-blogs/direto-do-oriente-medio/reconstrucao-da-siria-passa-pela-saida-do-ditador-bashar-al-assad-do-poder-2-153665/. Acesso em: 25 jul. 2020.

ONU. Síria: um conflito trágico sem fim à vista. In: NAÇÕES UNIDAS: centro regional de informações para a Europa Ocidental, 2020. Disponível em: https://unric.org/pt/siria-um-conflito-tragico-sem-fim-a-vista/. Acesso em: 25 jul. 2020.

ORSAM - The Center for Middle Eastern Strategic Studies. Effects of the Syrian Refugees on Turkey. ORSAM Report, Ancara, n. 195, Jan. 2015.

PATARRA, Neide Lopes. Migrações Internacionais: teorias, políticas e movimentos sociais. Estudos Avançados, São Paulo, v. 20, n.57, p. 7-24, 2006.

PERTEK, Sandra; PHILLIMORE, Jenny; MCKNIGHT, Pip. Forced Migration, SGBV and COVID-19: Understanding the impact of covid-19 on forced migrant survivors of SGBV. In: IRIS: Institute for Research into Superdiversity. Birmingham: University of Birmingham, 2020.

RAZENTE, Bruno Rizzi. Reconstrução da Síria: um caminho para a paz hoje. Nexo, São Paulo, 3 set. 2017. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/ensaio/2017/Reconstru%C3%A7%C3%A3o-da-S%C3%ADria-um-caminho-para-a-paz-hoje. Acesso em: 18 out. 2020.

RELIEF INTERNATIONAL. Impact of the COVID-19 outbreak on Syrian refugees in Turkey. [S.l.]: RI Turkey, 2020.

RIBEIRO, Maria Florencia Guarch. A trajetória do movimento de mulheres no Noroeste do Curdistão: a institucionalização da Jineologî (1978-2018). 2019. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2019.

SALKIND, Neil J. Triangulation. In: ENCYCLOPEDIA OF RESEARCH DESIGN. Thousand Oaks: SAGE Publications, 2010

SHARMA, Bonita B. Revisiting the United Nations’ 1951 convention relating to the status of refugees: a critical analysis of the international refugee law. Social Development Issues, Chicago, v. 37, n. 2, 2015.

SOARES, João V. S. A guerra civil na Síria: atores, interesses e desdobramentos. OCI-Observatório de Conflitos Internacionais: Série Conflitos Internacionais, Marília, v.5, n.1, 2018.

SPINDOLA, Marielle. Uma análise da condição dos refugiados sírios à luz da dignidade da pessoa humana. Revista da ESMESC, Florianópolis, v. 25, n. 31, p. 61-83, 2018.

SOHR - SYRIAN OBSERVATORY FOR HUMAN RIGHTS. Nearly 585,000 people have been killed since the beginning of the Syrian Revolution. SOHR, Coventry, 2020. Disponível em: https://www.syriahr.com/en/152189/. Acesso em: 27 set. 2020.

UNHCR. Global trends: forced displacement in 2019. In: UNHCR – The UN Refugee Agency. [S.l]: UNHCR, 2019. Disponível em: https://www.unhcr.org/5ee200e37/#_ga=2.168484705.1537457022.1602611086-1428379179.1601409666. Acesso em: 12 out. 2020.

UNHCR. Refugee data finder. In: UNHCR: The UN Refugee Agency. [S.l]: UNHCR, 2020. Disponível em: https://www.unhcr.org/refugee-statistics/. Acesso em: 27 jul. 2020.

UNHCR. Total number of Syrian refugees exceeds four million for first time. In: UNHCR – The UN Refugee Agency. [S.l]: UNHCR, 2015. Disponível em: https://www.unhcr.org/news/press/2015/7/559d67d46/unhcr-total-number-syrian-refugees-exceeds-four-million-first-time.html. Acesso em: 12 out. 2020.

WEBER, Bodo. The EU-Turkey Refugee Deal and the not quite closed balkan route. Friedrich Ebert Stiftung, Berlim, Jun. 2017.

XINHUA. Análise de notícias: refugiados sírios na Turquia precisam de mais reassentamento, segundo analistas. XinhuaNet, Pequim, 2018. Disponível em: http://portuguese.xinhuanet.com/2019-11/18/c_138563735.htm. Acesso em: 25 jul. 2020.

ZAHREDDINE, Danny. A crise na Síria (2011-2013): uma análise multifatorial. Revista Conjuntura Austral, Porto Alegre, v. 4, n. 20, p.06-23, nov. 2013.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Ferreira, M. A. S. V. (2021). Refugiados e a Guerra Civil Síria: análise e perspectivas sobre o acolhimento na Turquia. Revista Tempo E Argumento, 13(32), e0108. https://doi.org/10.5965/2175180313322021e0108