História do Tempo Presente - Simbioses, tessituras e conectividade. Uma entrevista com o professor Dilton Cândido Santos Maynard

Autores

  • Daniel Alves Boeira Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Felipe Salvador Weissheimer Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180307162015284

Resumo

Durante o II Simpósio Internacional História do Tempo Presente, ocorrido em Florianópolis entre 13 e 15 de outubro de 2014, o pesquisador Dilton Cândido Santos Maynard se dispôs a conceder esta entrevista em que expôs suas interpretações sobre História do Tempo Presente e as relações da abrangência deste campo historiográfico associado com as chamadas novas tecnologias com a conjuntura sociopolítica do Brasil e do Mundo. Foi entrevistado por Daniel Alves Boeira e Felipe Salvador Weissheimer, doutorandos do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Estado de Santa Catarina. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Alves Boeira, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutorando em História (UDESC). Trabalha os seguintes temas: História do Tempo Presente, Infância, Juventude, Violência(s) e Relações Sociais.

Felipe Salvador Weissheimer, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutorando em História - UDESC

Downloads

Publicado

2016-03-29

Como Citar

BOEIRA, D. A.; WEISSHEIMER, F. S. História do Tempo Presente - Simbioses, tessituras e conectividade. Uma entrevista com o professor Dilton Cândido Santos Maynard. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 7, n. 16, p. 284 - 298, 2016. DOI: 10.5965/2175180307162015284. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180307162015284. Acesso em: 28 set. 2022.