Intolerance South of America: comparative study of fascist groups from Brazil and Argentina on the Internet (1996-2007)

Autores

  • Dilton Cândido Santos Maynard Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175180306122014276

Resumo

This article investigates the uses of the Internet made by fascist groups from Brazil and Argentina. We use as main sources professedly fascist websites created shortly after the popularization of the Internet. From the perspective offered by the comparative methodology advocated by Marc Bloch, the text examines the relation between Brazilian homepages and the best known South American far-right website, Ciudad Libertad Opinión, created in 1999 with the primary purpose of spreading fascist ideas and providing support to other extremist groups. We point out the strategic role played by the web portal Libre Opinión as articulator between fascist groups in South America, this is a key contributor in the diffusion of Brazilian web pages marked to convey on a regular basis xenophobic, racist, anti-Semitic, and homophobic messages.

Keywords: Fascism – Brazil; Fascism – Argentina; Internet; South America

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARQUILLA, John and David Ronfeldt. Conceptual Outlines. The Advent of netwar. Santa Monica, CA: RAND Corporation, 1996. p.277. Disponível em: <http://www.rand.org/pubs/monograph_reports/MR789>. Also available in print form. Acesso em 05/08/2011.

BACK, L, KEITH, M, SOLOMOS, John. Racism on the Internet: mapping neofascist subcultures in cyberspace. BJØRGO, T., KAPLAN, J. (Orgs.). Nation and race: the developing Euro-American racista subculture. Austin, TX: Northeastern University Press, 1998. p.73-101.

BARBOSA, Jefferson R. Ideologia e intolerância: a Extrema Direita latino-americana e a atuação no Brasil dos herdeiros do Eixo. Aurora, ano II, n. 2 p.2-11, jun., 2008.

BARTOLETTI, Susan C. Juventude hitlerista: a história dos meninos e meninas nazistas e a dos que resistiram. Trad. B.Horta. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2006.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas. Trad. Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999.

BAUMAN, Zygmunt. O amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.

BÉDARIDA, François. Tempo presente e presença da história. Usos & abusos da história oralAMADO, Janaína, FERREIRA, Marieta de Moraes Ferreira. 7 ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2005.p.219-232

BLOCH, Marc. A estranha derrota. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

BLOCH, Marc. Apologia da história ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.

BLOCH, Marc. Por une Histoire Comparée des societies européennes. Revue de Synthèse Historique, n. 46, p. 15-50.

BLOCH, Marc. Reis taumaturgos - o caráter sobrenatural do poder régio: França e Inglaterra. Pref. Jacques Le Goff. Trad.Júlia Mainard. São Paulo, Cia das Letras. 2ª.Reimp., 1999.

BOBBIO, Noberto. Dicionário de política. Trad. João Ferreira, Carmem varriale et al. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1986.

BORIN, Marta Rosa. Revionismo/Negacionismo. In: MEDERIOS, Sabrina Evangelista, SILVA, Francisco Carlos Teixeira da, VIANA, Alexander Martins. Dicionário crítico do pensamento da direita: idéias, instituições e personagens. Rio de Janeiro: FAPERJ/Mauad, 2000.p.397

BRESCIANO, Juan Andrés. I historiador y las fuentes eletrônicas: nuevos horizontes para La crítica heurística en siglo XXI. Data., Disponivel em . Acesso em 12 dez. 2008.

CAMUS, Jean-Yves. Skinheads. In: MEDERIOS, Sabrina Evangelista, SILVA, Francisco Carlos Teixeira da, VIANA, Alexander Martins. Dicionário crítico do pensamento da direita: idéias, instituições e personagens. Rio de Janeiro: FAPERJ/Mauad, 2000. p.417-419

CASTELLS, Manuel. A Galáxia internet: reflexões sobre a Internet, os negócios e a sociedade. Trad. Maria Luiza X. Borges. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes do fazer. Trad. Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

CHAUVEAU, Agnès, Tétart, Philippe. Questões para a história do presente. Bauru, SP: EDUSC, 1999.

COHEN, Daniel J., ROSENZWEIG, Roy. Digital history: a guide to gathering, preserving, and presenting the past on the web. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 2006.

COSTA, Márcia Dias. Carecas do subúrbio: caminhos de um Nomadismo Moderno. Petrópolis: Vozes, 1993

DETIENNE, Marcel. Comparar o incomparável. Aparecida, São Paulo, Idéias &

DIAS, Márcia. Carecas do subúrbio: caminhos de um Nomadismo Moderno. Petrópolis: Vozes, 1993.

EUMC – Relatório Anual 2004/2005 – observatório europeu do racismo e da xenofobia. (Parte 1). Local: EUMC, data.

FEBRVE, Lucien. Face ao Vento. Manifesto dos Anais Novos (1946). In: _________. História. São Paulo: Ática, 1992. p.173-182

FEBVRE, Lucien. História. MOTA,Carlos G.(Org.). 2 ed. SP:Ática, 1992.

GABLE, Gerry, JACKSON, Paul (Orgs). Far-Right.com: nationalist extremism on the Internet. Northamton: University of Northhampton, 2012.

GEERTZ, Clifford. Uma descrição densa: por uma teoria interpretativa da cultura. In: __________. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.p.3-24.

GINZBURG, C. O nome e o como: troca desigual e mercado historiográfico. A micro-história e outros ensaios. Trad. António Narino. Lisboa: Difel/ Rio de janeiro: Bertrand Brasil, 1989. p.169-178.

GINZBURG, C. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. Trad. F. Carotti. São Paulo: Cia das Letras, 2002. p.143-180.

HOBSBAWM, Eric J. Era dos extremos: o breve século XX. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

HOBSBAWM, Eric J. Nações e nacionalismo desde 1870: programa, mito e realidade. Trad. Maria C. Paoli e Anna M. Quirino. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

KERSHAW, Ian. Hitler, the germans, and the final Solution. London/Yale University Press, 2008

KOCKA, Jürgen. Comparison and beyond. History and theory, Vol. 42, No. 1 (Feb., 2003), pp. 39-44

KOLLMANN, Raúl. Sombras de Hitler: la vida secreta de las bandas neonazis argentinas. Buenos Aires: Editorial Sudamericana: 2001

KOSELLECK, Reinhart. Futuro passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Trad. Wilma Patrícia Maas, Carlos Almeida Pereira. Rio de Janeiro: Contraponto/Ed. PUC-Rio, 2006.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1990.p.13-148. (Coleção Repertórios).

LÉVY, Pierre. Cibercultura. 2 ed. Rio de Janeiro: Editora 34, 2000.

Luis Alberto. Breve história contemporánea de la Argentina (1916-2010). 3. ed. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2012.

MAYNARD, Dilton (Org.) História, neofascismos e intolerância: reflexões sobre o tempo presente. São Cristóvão/rio de Janeiro: Edufs/Luminárias, 2012.

MAYNARD, Dilton C.S. A intolerância on line: aspectos da propaganda da extrema-direita brasileira na Internet. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, XXII, Florianópolis, 2005. Anais eletrônico... Florianópolis: Editor, 2005. Um CD-ROM.

MAYNARD, Dilton C.S. Intolerância em rede: apropriações da internet pela extrema-direita (1999-2009). Revista Eletrônica Boletim do Tempo, Ano 5, n.10, p.00-00, 2010.

MAYNARD, Dilton. Escritos sobre história e internet. Rio de Janeiro: FAPITEC/Luminárias, 2011.

MEDERIOS, S. E., VALENTE, L. O Manifesto de Anders Breivik. Um atentado anunciado: Noruega, 22 de julho de 2011. Revista Estudos Políticos. n. 3, p.00-00, jul./dez. 2011

MILMAN, Luis, VIZENTINI, Paulo Fagundes. Neonazismo, negacionismo e extremismo político. Porto Alegre: Ed.UFRGS, 2000.

MOYANO, A. L. Neonazis: la seducción de la svástica. Nowtilus: Madrid, 2004..

NEUMANN, Franz. Behemoth: the structure and practice of national socialism, 1933-1944. Chicago: Ivan R. Dee/United States Memorial Museum, 2009

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Trad. Yara Aun Khoury. Projeto História. São Paulo, 1981.p.7-28.p.12-13

NORA, Pierre. O retorno do fato. LE GOFF, J. NORA, P. História: novos problemas. Rio de janeiro: Livraria Francisco Alves, 1976.p.179-193.

NYE JR, Joseph. O futuro do poder. São Paulo: Benvirá, 2012.

PAXTON, Robert. A anatomia do fascismo. Trad. Patrícia Zimbres e Paula Zimbres. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 2007.

PRADO, Maria Ligia Coelho. Repensando a história comparada da América Latina. Revista de História. Universidade de São Paulo, n. 153, p.11-33, 2005,

PROST, Antoine. Doze lições sobre história. Tradução Guilherme João de Freitas Texeira. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

PURDY, Sean. A História Comparada e o Desafio de Transnacionalidade. Revista de História Comparada. p.1. V.6 – N. 1 - Julho/2012. acesso em 23/12/2012.

QUITTNER, Joshua, STAMPER, Chris. Home pages for hate. Time. Jan. 22, 1996. Disponível em: www.time.com/time/.../0,9171,983994,00.html . Acesso em20/08/2011.

RIDGEWAY, James. Blood in the face: the Ku, Klux, Klan, Aryan Nations, Nazi skinheads, and the Rise of a New White Culture. 2 ed. New York: Thunder's Mother Press, 1995.

ROSENZWEIG, Roy. Scarcity or Abundance? preserving the past. In: Clio wired: the future on the past in the digital age. New York: Columbia University Press, 2011.

SALAS, Antonio. Diário de um skinhead: um infiltrado no movimento neonazista. Trad. Magda Lopes. São Paulo: Planeta, 2006.

SEIGNOBOS, Charles. História comparada dos povos da Europa. 2 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1945.

SERKAN, Gül. Method and practice in comparative history. Karadeniz Araştırmaları, ano 2010, n.26, p. 143-158, 2010. Disponível em: < http://www.karam.org.tr/Makaleler/91886581_gul.pdf> Acesso em 12/12/2012.

SILVA, Francisco Carlos T. Um estrondo na Noruega: quando o diabo bate à porta [1]. Carta Maior. 25/07/2011. Disponível em <http://www.cartamaior.com.br/templates/colunaMostrar.cfm?coluna_id=5134>. Acesso em

SILVA, Francisco Carlos Teixeira da, VIANA, Alexander Martins. Dicionário crítico do pensamento da direita: idéias, instituições e personagens. Rio de Janeiro: FAPERJ/Mauad, 2000.

SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. O retorno: é primavera em Zwickau, Alemanha. Carta Maior. 24/01/2012. Disponível em <http://www.cartamaior.com.br/templates/colunaMostrar.cfm?coluna_id=5423>. Aacesso em: .

SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. Neofascismo. Revista Eletrônica Boletim do Tempo Presente, v.00, n.00, data. Disponívlel em: http://www.tempopresente.org/index.php?option=com_content&task=view&id=34&Itemid=124. Acesso em 29/03/2008.

SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. O debate do Holocausto como paradigma da intolerância. Revista Eletrônica Carta Maior, v.00, n.00, p.00-00, data. Disponível em< www.cartamaior.com.br> acesso em 28/03/2008; disponível também via http://www.tempopresente.org/index.php?option=com_content&task=view&id=1467&Itemid=124. Accesso em 29/03/2008.

SILVA, Francisco Carlos Teixeira da. O século XX: entre luzes e sombras. In: O século sombrio: uma história geral do século XX. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.p.1-25.

THEML, Neyde; BUSTAMANTE, Regina. História Comparada: Olhares Plurais. Revista de História Comparada. v.1, n.1, p.00-00, Junho 2007.

Downloads

Publicado

2014-09-30

Como Citar

MAYNARD, D. C. S. Intolerance South of America: comparative study of fascist groups from Brazil and Argentina on the Internet (1996-2007). Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 6, n. 12, p. 276 - 307, 2014. DOI: 10.5965/2175180306122014276. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/2175180306122014276. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Traduções