[1]
B. Gache, “Considerações sobre a escrita assêmica: o caso de Mirtha Dermisache”, Palíndromo, vol. 13, nº 31, p. 8-23, set. 2021.