Contribuições do design para inovação: uma análise sobre a estrutura organizacional do grupo Galpão

Autores

  • Priscila Ferreira
  • Ana Beatriz Santos
  • Ana Luiza Saraiva
  • Bruna Andrade
  • Gabriella Cardoso
  • Miriam Ribeiro
  • Filipe Vasconcellos
  • Eduardo Romeiro Filho

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312911152016098

Resumo

Esse artigo tem como objetivo discutir as formas de estruturas organizacionais e suas contribuições na indústria criativa, tendo como referência o Grupo Galpão. O método adotado inclui revisão de literatura que analisa como as economias criativas articulam a padronização de sua gestão e sua atuação de caráter livre e experimental sem engessar a concepção do espetáculo. Como conclusão, a pesquisa aponta uma estrutura organizacional híbrida, justamente porque trata-se de uma indústria criativa. Nesse contexto, a estrutura organizacional torna-se criativa porque ela dá suporte a um trabalho voltado para a inovação e a criatividade, e usa esses parâmetros como base para sua organização, e não o contrário. O Grupo Galpão então mescla estruturas organizacionais ditas como tradicionais, criando uma nova forma de organização que melhor atende seu propósito em uma concepção teatral inovadora e criativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-02

Como Citar

FERREIRA, Priscila; SANTOS, Ana Beatriz; SARAIVA, Ana Luiza; ANDRADE, Bruna; CARDOSO, Gabriella; RIBEIRO, Miriam; VASCONCELLOS, Filipe; ROMEIRO FILHO, Eduardo. Contribuições do design para inovação: uma análise sobre a estrutura organizacional do grupo Galpão. DAPesquisa, Florianópolis, v. 11, n. 15, p. 098–111, 2016. DOI: 10.5965/1808312911152016098. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/6937. Acesso em: 30 maio. 2024.