Duas saídas para uma intrada comparando interpretações

Autores

  • Antonio Marcos Souza Cardoso Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312905072010387

Palavras-chave:

interpretação musical, trompete, honegger

Resumo

O acesso aos home studios possibilitou a edição e manipulação do som para diversas finalidades, desde gravações pessoais até análises interpretativas complexas. Ao analisar comparativamente duas interpretações musicais, num campo dominado pelo subjetivismo das opiniões pessoais, apresentamos a música como ela é em termos físicos, “enxergando” o uso do vibrato, o caminho das dinâmicas, a potência das intensidades sonoras e os pontos de respiração e sua aplicação nas Práticas Interpretativas. Os procedimentos metodológicos comparam as gravações a partir da interpretação gráfica de determinado trecho e aspecto mesurado. O resultado alcançado demonstra que, além de corroborar decisões musicais, a metodologia tem aplicação na pedagogia do trompete, no aperfeiçoamento das ferramentas de investigação musicológica e no incremento da pesquisa em práticas interpretativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-10-31

Como Citar

MARCOS SOUZA CARDOSO, Antonio. Duas saídas para uma intrada comparando interpretações. DAPesquisa, Florianópolis, v. 5, n. 7, p. 387–400, 2018. DOI: 10.5965/1808312905072010387. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14106. Acesso em: 22 fev. 2024.

Edição

Seção

Música