O Portfólio Digital como Recurso da Avaliação Pedagógica na Educação Infantil

Autores

  • Elisa Teixeira Prefeitura Municipal de Joinville (CEI Adolfo Artmann).
  • Jordelina Beatriz Anacleto Voos
  • Kétarine de Matos Gomes

Resumo

A evolução digital está presente no contexto educacional, tanto entre o corpo docente quanto entre os discentes, se apresentando como uma ferramenta fundamental no processo de ensino/aprendizagem. Neste sentido, é importante que os professores estejam preparados para reestruturar sua prática pedagógica aperfeiçoando a cultura digital. Como proceder diante da realidade tecnológica frente aos recursos avaliativos deixando o papel em segundo plano? Diante do problema proposto o objetivo desse artigo é descrever o portfólio digital e salientar sua importância como recurso pedagógico de registro e avaliação do ensino/aprendizagem na educação infantil, para que tal objetivo fosse concretizado foi necessário auxiliar os professores durante as atividades docentes efetuando os registros necessários; acompanhar ativamente o processo de organização dos registros efetuados pelos professores para a construção do portfólio digital e vivenciar, em conjunto com os professores envolvidos no projeto, a construção do portfólio digital. Este estudo teve abordagem qualitativa, de cunho etnográfico. Conclui-se que o portfólio digital é essencial nos processos avaliativos, descritivos e de reavaliação da prática docente, enaltecendo que a junção da teoria e prática é indispensável no processo da formação.

Biografia do Autor

Elisa Teixeira, Prefeitura Municipal de Joinville (CEI Adolfo Artmann).

Professora do CEI Adolfo Hartmann – Joinville. Especialista. Bolsista do Programa Institucional de Iniciação à Docência, PIBID. liteixeira2005@yahoo.com.br

Referências

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. V.1. Brasília: MEC/SEF, 1998.

GOUVEIA, Claudia Regina Fonseca. O e-portfolio como instrumento de avaliação e aprendizagem no contexto de curso online: A perspectiva dos estudantes. Universidade Aberta, Lisboa, julho de 2011.

Disponível em:

<https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/1997/1/O_eportefolio_como_inst_ de_aval_e_aprend_no_contexto_de_cursos_online.pdf>.

Acesso em: 29 abr. 2015.

GUSMAN, Antônio Barioni et al. Portfólio: conceito e construção. NET, Uberaba, s.d.. Disponível em:

<http://www.uniube.br/biblioteca/novo/udi/rondon/arquivos/portfolio_biblioteca_uniube.pdf>. Acesso em: 04 jun. 2015.

LEITE, Ligia Silva, et al. Tecnologia Educacional: mitos e possibilidades na sociedade tecnológica. Revista tecnológica de Educação. Vol. 29, p.38-43, 2000.

REIS, Rosinei Ana Cugik dos. Portfólio: gêneros textuais e literatura infantil. In: Revista: Psicologia Escolar e Educacional ABRAPEE. Vol. 6, 2 junho/dezembro p. 149-153, 2002.

SHORES, Elizabeth F, CATHY Grace. Manual de Portfólio: um guia passo a passo para professores. Porto Alegre, ed. Artmed, 2001.

VILLAS BOAS, Benigma Maria de Freitas. Portfólio, avaliação e trabalho pedagógico. Campinas, SP, 5ª ed. Papuris, 2004.

BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998.

Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf >.

Acesso em: 05 jul. 2015.

PILLOTO, Silvia. Linguagens da arte na infância. Joinville: Ed. Univille, 2007.

Downloads

Publicado

2016-11-09