Currículo do curso de graduação em música: legitimação de conhecimentos e formação

Autores

  • Letícia Dias de Lima
  • Fabiany de Cássia Tavares Silva

Resumo

A pesquisa, em andamento, no doutoramento em Educação, discute a formação do músico popular em diálogo com questões curriculares do ensino superior de Música. Neste contexto, esse trabalho dedica-se a questionar o habitus conservatorial, presente nos currículos dos Cursos de Música, legitimado pelos/nos processos de seleção, organização e distribuição de conhecimentos. Para tanto, incursionamos pela teoria crítica do currículo, na perspectiva de (de)compor o caráter político e artístico dessa legitimação, por meio da investigação, inicial, de fontes documentais – documentos oficiais que regulamentam o Curso de Música. A essas fontes cruzamos dados organizados pelo/no levantamento da produção acadêmica veiculada na Revista da Associação Brasileira de Educação Musical (ABEM) entre 2005 e 2015, apreendida como instrumento utilizado para expressões acerca dos ganhos e perdas nesse conjunto de (re)significações da formação. Neste contexto, estabelecemos diálogos teóricos para conhecer e reconhecer as regras do jogo em um campo determinado, e práticas metodológicas capazes de apreender, além da lógica da reprodução e determinação, o papel da agência e da contra-hegemonia. Nos aproximamos da compreensão da formação do músico popular como uma forma particular da atividade social, como algo “desligado” do grande grupo de instituições que definem os capitais sociais.

Downloads

Publicado

2020-03-24