Estado da Arte sobre a Formação de Professores de Matemática: o que revelam os artigos publicados no VII SIPEM?

Autores

  • Guilherme Mendes Tomaz dos Santos
  • Júlio Paulo Cabral dos Reis
  • Marcos Manoel da Silva
  • Alex Manoel Vieira

Resumo

Este estudo teve por realizar um estudo do estado da arte nos anais do VII Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática – VII SIPEM – de modo a revelar de que modo a temática formação de professores desta área foi abordado nos trabalhos produzidos nas investigações apresentadas no respectivo evento no ano de 2018. Utilizamos a metodologia qualitativa para a abordagem metodológica desta pesquisa e tivemos o objetivo exploratório-descritivo para compreender as abordagens nas referidas produções. Deste modo, para a constituição do corpus analítico-investigativo realizamos a leitura dos trabalhos focalizando o título, resumo, objetivo, metodologia e resultados e, a partir dessa leitura, os selecionamos pelos descritores-chave “Formação de Professores”, “Formação Docente” e “Formação Pedagógica”. Encontramos 69 trabalhos referentes aos descritores-chave definidos. Destas 69 produções, apenas 33 associavam-se de alguma com a temática cerne do estudo – formação de professores na área de matemática. Por conseguinte, o corpus foi constituído por 33 artigos. Para a analisar os dados, utilizamos a técnica de análise de conteúdo. Como principais resultados da pesquisa, podemos concluir que: a) a formação docente de professores de matemática ainda é um desafio nos cursos de licenciatura; b) as práticas didático-pedagógicas ainda são mais tradicionais e sem o protagonismo discente; c) a constituição do professor de matemática necessita de um olhar mais voltado ao processo de tecnologização e para o estudante do século XXI; d) a formação continuada de professores de matemática necessita de maior atenção às necessidades formativas do grupo a que se propõe a respectiva formação; e) dentre outros. 

Downloads

Publicado

2020-03-24