Educação profissional e tecnológica e mulheres na gestão: uma perspectiva histórica do Instituto Federal Goiano Campus Urutaí

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X112023e0107

Palavras-chave:

Educação Profissional e Tecnológica, Gênero, Mulheres, Documentário, Produto Educacional

Resumo

O produto educacional apresentado nesse artigo trata-se de um documentário de aproximadamente 18 minutos, que aborda o conceito e origem da Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no Brasil e discorre sobre a história de uma instituição em específico situada no interior de Goiás, trazendo a participação das mulheres na gestão nos mais de 70 anos do campus como narrativa principal. O documentário tem por base a pesquisa documental desenvolvida durante o mestrado e utiliza de fotografias, documentos e vídeos curtos para sua construção. Este produto educacional foi elaborado pensando num público bastante diverso. Como trata-se de uma pesquisa voltada para um tema transversal, as relações de gênero, pode ser discutido em diversos contextos. O trabalho aqui apresentado foi construído no formato de um relato de experiência descrevendo o processo de discussão, formulação, aplicação e validação do produto educacional. A aplicação do produto ocorreu em ambiente virtual, atrelado a um curso curta duração ofertado via AVA Moodle par uma turma de alunos do curso de Pedagogia da UAB. Acredita-se após a validação do produto educacional que ele cumpre com seu propósito, ao trabalhar os conceitos de EPT e discutir as relações de gênero a partir da história do IF Goiano Campus Urutaí.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Lucas Mendes, Instituto Federal Goiano

Mestra em Educação Profissional e Tecnológica pelo Programa de Pós-graduação de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) em 2020, graduação em Letras/Libras (2021) pela ProMinas e Geografia (2007) pela UEG, Tradutora e Intérprete de Libras, IF Goiano – Campus Urutaí, Pires do Rio/Goiás/Brasil.

Cristiane Maria Ribeiro, Instituto Federal Goiano

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2005), mestra em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (2000) e pedagoga pela Universidade Federal de Goiás (1995), Professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, IF Goiano – Campus Urutaí, Pires do Rio/Goiás/Brasil.

Referências

BARROS, Elionora Cavalcanti de; VALENTIM, Márcia Cristina; MELO, Maria Amélia Aragão. O debate sobre o mestrado profissional na Capes: trajetória e definições. Revista Brasileira de Pós-Graduação, [S. l.], v. 2, n. 4, 2011.

BONFIM, Alexandre Maia do; VIEIRA, Valéria; DECCACHE-MAIA, Eline. A crítica da crítica dos metrados profissionais: uma reflexão sobre quais seriam as contradições mais relevantes. Ciência & Educação, Bauru, v. 24, n.1, p. 245 – 262, 2018.

MENDES, Mariana Lucas. A Participação das Mulheres na Gestão do Instituto Federal Goiano Campus Urutaí: Uma perspectiva histórica (1953-2019). 2020. 152 p. Dissertação (mestrado). IF Goiano Campus Morrinhos. Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), 2020.

NICHOLS, Bill. Introdução ao documentário. Tradução: Mônica Saddy Martins. Campinas, SP. Papirus, 2005.

REZENDE, Flávia; OSTERMANN, Fernanda. O protagonismo controverso dos mestrados profissionais em ensino de ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, n. 3, p. 543-558, 2015.

SILVA, Alcina Maria Testa Braz da; SUAREZ, Ana Paula Mendes de Souza; UMPIERRE, Andrea Borges. Produtos Educacionais: uma avaliação necessária. Interacções, n. 44, p. 232- 243, 2017.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

LUCAS MENDES, Mariana; RIBEIRO, Cristiane Maria. Educação profissional e tecnológica e mulheres na gestão: uma perspectiva histórica do Instituto Federal Goiano Campus Urutaí. Revista BOEM, Florianópolis, v. 11, p. e0107, 2023. DOI: 10.5965/2357724X112023e0107. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/24869. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Discussões sobre produtos educacionais: ensino de ciências, matemática e tecnologias