O mistério da febre puerperal: sequência didática para o ensino sobre natureza da ciência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X112023e0118

Palavras-chave:

Narrativa histórica, Natureza da Ciência, Aprendizagem significativa

Resumo

O produto educacional “O Mistério da Febre Puerperal” é uma sequência didática voltada para professores da educação básica e tem como objetivo auxiliá-los no ensino sobre a natureza da ciência por meio de uma narrativa histórica. A pesquisa que originou este produto foi realizada de forma online, em momentos síncronos e assíncronos, com duas turmas de 9º ano do ensino fundamental de uma escola pública no interior do estado de Mato Grosso do Sul. O fundamento desta pesquisa está no pressuposto de que a melhor maneira para ensinar sobre como o conhecimento científico é produzido, é utilizar a história da produção desse conhecimento. Isto porque a história da ciência apresenta o cientista em seu contexto cultural, social, econômico e político, possibilitando discussões sobre esses aspectos que influenciam direta ou indiretamente o trabalho científico. Além disso, é uma forma de contextualizar o tema de estudo. Os dados colhidos através dos momentos de discussão online entre alunos e professora e das atividades escritas entregues pelos alunos via plataforma Google Classroom, foram analisados pelo prisma da teoria da Aprendizagem Significativa. Foi observado que a sequência didática proposta possibilitou aos alunos construir concepções adequadas sobre a natureza da ciência e pode ser utilizada em outros contextos de ensino, de modo a fornecer mais informações sobre seu impacto na aprendizagem dos alunos, bem como direcionar quais pontos podem ser ajustados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriella Ribeiro Christianini, Rede Estadual de Educação do Mato Grosso do Sul

Mestre, Professora, Secretaria de Educação do Estado de Mato Grosso do Sul (SED/MS), Dourados/Mato Grosso do Sul/Brasil.

Fabiano Antunes, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Doutor, Professor, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Dourados/Mato Grosso do Sul/Brasil.

Referências

ABD-EL-KHALICK, F.; LEDERMAN, N. The influence of history of science courses on students' views of nature of science. Journal of Research in Science Teaching 37 (10): 1057-1095, 2000.

AUSUBEL, D. Aquisição e Retenção de Conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Paralelo Editora LDA, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base nacional comum curricular. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=79611- anexo-texto-bncc-aprovado-em-15-12-17-pdf&category_slug=dezembro-2017- pdf&Itemid=30192. Acesso em: 27 jul. de 2023.

BRASIL. Ministério da Educação - MEC, Secretaria de Educação Média e Tecnológica - SEMTEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio – Parte III. Brasília: MEC/SEMTEC, 2000. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/ciencian.pdf. Acesso em 27 jul. de 2023.

DRUMMOND, J. M. H. F.; et al. Narrativas históricas: gravidade, sistemas de mundo e natureza da Ciência. Cad. Bras. Ens. Fís., v. 32, n. 1, p. 99-141, abr. 2015.

FORATO, Thaís Cyrino de Mello. A natureza da Ciência como saber escolar: um estudo de caso a partir da história da luz. Tese (Doutorado – Programa de Pós-Graduação em Educação. Área de Concentração: Ensino de Ciências e Matemática) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2009.

FORATO, T. C. M; PIETROCOLA, M; MARTINS, R. A. Historiografia e natureza da Ciência na sala de aula. Cad. Bras. Ens. Fís., v. 28, n. 1: p. 27-59, abr. 2011.

GIL-PÉREZ, D. Contribución de la historia y de la filosofia de las ciencias al desarrollo de un modelo de ensenanza/aprendizaje como investigación. ENSEÑANZA DE LAS CIENCIAS, 1993, 11 (2), 197-212.

GIL PÉREZ, D.; et al. Para uma imagem não deformada do trabalho científico. Ciência & Educação, Bauru, v. 7, n. 2, p. 125-153, 2001.

KLASSEN, S. The Application of Historical Narrative in Science Learning: The Atlantic Cable Story. Science & Education, 2007.

KLASSEN, S. The construction and analysis of a science story: A proposed methodology. Science & Education, v. 18, p. 401–423 (2009).

MACH, E.: 1883/1960, The Science of Mechanics. Open Court Publishing Company. LaSalle II.

MOREIRA, Marco Antonio. Negociação de significados e aprendizagem significativa. Ensino, Saúde e Ambiente, v.1, n.2, p 2-13, dez.2008. ISSN 1983-7011.

MARTINS, Roberto de Andrade. Introdução. A história das ciências e seus usos na educação. Pp. xxi-xxxiv, in: SILVA, Cibelle Celestino (ed.). Estudos de história e filosofia das ciências: subsídios para aplicação no ensino. São Paulo: Livraria da Física, 2006.

MATTHEWS, M. R. História, Filosofia e ensino de Ciências: a tendência atual de reaproximação. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 12, n. 3, p. 164-214, 1995.

OLIVEIRA, R. A. de; SILVA, A. P. B da; MARTINS, A. F. P. Natureza da Ciência através de narrativas históricas: Augustin Fresnel e o debate sobre a natureza da luz. In: 16º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia. UFCG/UEPB, Paraíba, 2018.

SCHIFFER, Hermann; GUERRA, Andreia. Electricity and Vital Force: Discussing the Nature of Science Through a Historical Narrative. Science and Education. v. 24, Issue 4, 1 May 2015, p. 409-434.

WILLIAMS, C. T.; RUDGE, D. W. Effects of Historical Story Telling on Student. Understanding of Nature of Science. Science & Education (2019). https://doi.org/10.1007/s11191-019-00073-x.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

RIBEIRO CHRISTIANINI, Gabriella; ANTUNES, Fabiano. O mistério da febre puerperal: sequência didática para o ensino sobre natureza da ciência. Revista BOEM, Florianópolis, v. 11, p. e0118, 2023. DOI: 10.5965/2357724X112023e0118. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/24854. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Discussões sobre produtos educacionais: ensino de ciências, matemática e tecnologias