Cenários e perspectivas da formação docente em Angola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X112023e0140

Palavras-chave:

Angola. Formação Docente. Cenários.

Resumo

Este texto apresenta algumas considerações e reflexões acerca da realidade escolar na formação de professores do Ensino Primário e do Ensino Secundário em Angola. Tem como objetivo analisar o impacto das práticas curriculares dos professores no processo de ensino e aprendizagem e dos conhecimentos e saberes inerentes à docência na educação angolana à luz das deliberações oficiais (Diários da República). A formação de professores é fundamental e deve ser priorizada para o cumprimento dos objetivos educacionais, já que visa preparar o futuro professor para proporcionar uma adequada qualidade de educação às novas gerações. Metodologia: O artigo se constituí numa abordagem com enfoque qualitativo, tendo como base documentos oficiais que permitem analisar de forma contextualizada os pressupostos definidores da formação de professores e o perfil de professor que se pretende formar para cumprir com os desafios atuais. Por isso, levanta-se as seguintes questões: Qual a perspectiva da formação docente em Angola? Estarão as instituições de formação de professores preparadas para cumprir estes objetivos? Resultados: foram selecionadas 8 temáticas na qual duas delas mescladas às outras, e referenciados em Estudos Analíticos 1, 2, 3, 4, 5 e 6 (EA1, 2, 3, 4, 5 e 6). Após se ter efetuado a incursão das temáticas, verificou-se que a formação docente em Angola necessita se adequar ao contexto sociocultural em que ela ocorre. Portanto, conclui-se que, no caso particular de Angola, a formação docente precisa de forma urgente ser trabalhada e atualizada para a preparação de profissionais competentes e que possam enfrentar os desafios de uma formação mais qualificada que vai ao encontro dos aspectos técnicos de forma a valorizar e garantir os vários saberes com alto nível.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulino Gregório Armando Kuebo, Doutorando do PPGE/UDESC

Mestre, estudante, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis/Santa Catarina/Brasil.

Lourival José Martins Filho, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Doutor, Professor, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis/Santa Catarina/Brasil.

Referências

ALFREDO, Francisco Caloia; TORTELLA, Jussara Cristina Barboza. Formação de professores em Angola: o perfil do professor do ensino básico. EcosS – Rev. Cient., São Paulo, n. 33, p. 125-142, jan./abr. 2014.

ANGOLA. Lei nº 4/75, de 9 de dezembro. Nacionalização do ensino. Diário da República, I Série, n. 25. Luanda: Conselho da Revolução, 9 dez. 1975.

ANGOLA. Decreto n.º 13/01. Assembleia Nacional. Lei de bases do sistema de educação, dez. 2001.

ANGOLA. Conselho de Ministros. Estratégia Integrada para a Melhoria do Sistema de Educação 2001-2015, Luanda, ago. 2001.

ANGOLA. Decreto n.º 109/11. Diário da República. Estatuto do Subsistema de Formação de Professores. I Série - N.º 98, mai. 2011.

ANGOLA. Decreto n.º 17/16. Diário da República. Lei de bases do sistema de educação e ensino, revoga a Lei n.º 13/01, I série, n.º 170, out. 2016.

ANGOLA. Decreto n.º 160/18. Diário da República. Estatuto da Carreira dos Agentes de Educação. I Série - N.º 95, jul. 2018.

ANGOLA. Decreto n.º 273/20. Diário da República. Regime Jurídico da Formação Inicial de Educadores de Infância, de Ensino Primário e do Ensino Secundário. I Série - N.º 168, out. 2020.

ANGOLA. Despacho n.º 155/2021 de 2 de setembro. Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação. Autoriza a redução para média 12 (doze) valores de acesso às provas de seleção para os cursos de licenciatura em educação e ensino. Luanda, set. 2021.

ANGOLA. Instituto Nacional de Estatística. Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos. Anuário das estatísticas sociais 2022-2050, jul. 2022.

BURNARD, Pamela. Introduction. The Context for Professional Knowledge in Music Teacher Education. In: GEORGI‐HEMMING, Eva; BURNARD, Pamela; HOLGERSEN, Sven‐Erik. Professional knowledge in music teacher education. Hampshire, England: Ashgate, 2013. p. 1‐15.

BUZA, Alfredo Gabriel; LEHER, Roberto; CANGA, Juliana Lando. O público e o privado da mercantilização da educação em Angola. Trabalho necessário. v. 20, n. 42, mai.-ago., 2022.

GUEDES. Mário Adelino Miranda. Perspectiva da formação docente em Angola no período pós-independência. s/d.

PERRENOUD, Philip. Ensinar: agir na urgência, decidir na incerteza. 2. ed. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.

PETERSON, Pedro D. O professor do ensino básico: perfil e formação. Lisboa: Instituto Piaget, 2003.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

KUEBO, Paulino Gregório Armando; MARTINS FILHO, Lourival José. Cenários e perspectivas da formação docente em Angola. Revista BOEM, Florianópolis, v. 11, p. e0140, 2023. DOI: 10.5965/2357724X112023e0140. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/24813. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Discussões sobre produtos educacionais: ensino de ciências, matemática e tecnologias