Radioactivity 1.0: um produto educacional para uso em aulas de Física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X112023e0134

Palavras-chave:

RPG, Radioatividade, Energia Nuclear, Ensino de Física, Ensino Médio

Resumo

As reflexões contidas neste artigo advém de uma pesquisa mais abrangente que objetivou investigar as contribuições do Role-Playing Game (RPG) para qualificação do processo de ensino-aprendizagem de Física no Ensino Médio. Para alcançar o objetivo proposto, fez-se necessário elaborar e implementar um Produto Educacional, intitulado Radioactivity 1.0, que consiste em uma Sequência Didática estruturada em quatro etapas com finalidades específicas e articuladas entre si, compondo a narrativa de uma aventura de RPG que explora temas relacionados à radioatividade e a energia nuclear. A implementação do PE ocorreu em uma turma da terceira série do Ensino Médio de uma escola pública estadual da cidade de Pelotas-RS, durante os meses de junho e agosto de 2022. Durante o período de intervenção, foram coletados dados mediante diversos instrumentos, contudo, para este artigo, deu-se enfoque aos dados coletados através das gravações de áudio das aulas e a análise ocorreu no âmbito qualitativo. Os resultados obtidos indicam que o PE foi capaz de despertar o interesse e auxiliar os estudantes na construção do conhecimento sobre radioatividade e energia nuclear. Além disso, o RPG se mostrou uma ferramenta muito versátil, não exigindo materiais sofisticados e permitindo a adaptação de suas aventuras de acordo com os interesses e/ou necessidades dos participantes. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Belmudes Schneider

Mestra em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Joinville/Santa Catarina/Brasil.

Luiz Clement, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Doutor em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina; Professor Associado do Departamento de Física e do Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias da Universidade do Estado de Santa Catarina, Joinville/Santa Catarina/Brasil.

Avanilde Kemczinski, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina; Professora Associada do Departamento de Ciência da Computação da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Joinville/Santa Catarina/Brasil. 

Referências

AMARAL, R. R. do. RPG na Escola: aventuras pedagógicas. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. PCNs+: orientações complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília: MEC, 2002.

BRASIL. Ministério de Minas e Energia/Empresa de Pesquisa Energética. Plano Nacional de Energia 2050. Brasília: MME/EPE, 2020.

CLEMENT, L. Autodeterminação e Ensino por Investigação: construindo elementos para promoção da autonomia em aulas de Física. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica) – Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2013.

DARROZ, L. M.; ROSA, C. T. W. da; SILVA, J. C. da. Análise da abordagem de Física Nuclear nos livros didáticos de Física. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v. 7, n.3, p. 56-72, 2017.

FREITAS, L. C. L.; SITKO, C. M.; CHAGAS, M. L. Panorama do RPG (Role-Playing Game) no Ensino de Física no período de 2015-2019. Revista Ensino & Pesquisa, v. 18, n. 3, p. 53-64, 2020.

FRIAS, E. R. Jogos das Representações (RPG) e Aspectos da Moral Autônoma. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2009.

GUTIÉRREZ, E. E. et al. ¿Qué piensan los jóvenes sobre radiactividad, estructura atómica yenergía nuclear?. Enseñanza de las Ciencias, v. 18, n. 2, p. 247-254, 2000.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MOREIRA, M. A. Ensino de Física no Brasil: retrospectivas e perspectivas. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 22, n. 1, p. 94-99, 2000.

NASCIMENTO JÚNIOR, F. A.; PIETROCOLA M. O papel do RPG no Ensino de Física. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2005, Bauru. Anais [...]. São Paulo: ABRAPEC, 2005, p.1-12.

SÁ, C. D. de; PAULUCCI, L. Desenvolvimento de um sistema de RPG para o Ensino de Física. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 43, n. 1, p. 1-7, 2021.

SANTOS, J. P. dos. et al. Concepções de estudantes do Ensino Médio sobre Radioatividade. In: X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2015, Águas de Lindóia. Anais [...]. São Paulo: ABRAPEC, 2015, n.p.

VILA BOAS, A. C.; MACÊNA JUNIOR, A. G; PASSOS, M. M. RPG pedagógico como ferramenta alternativa para o ensino de Física no Ensino Médio. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 34, n. 2, p. 372-403, 2017.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

BELMUDES SCHNEIDER, Renata; CLEMENT, Luiz; KEMCZINSKI, Avanilde. Radioactivity 1.0: um produto educacional para uso em aulas de Física. Revista BOEM, Florianópolis, v. 11, p. e0134, 2023. DOI: 10.5965/2357724X112023e0134. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/24779. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Discussões sobre produtos educacionais: ensino de ciências, matemática e tecnologias