Coletânea de atividades para ensino de probabilidade e estatística utilizando planilhas eletrônicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X112023e0138

Palavras-chave:

Educação Estatística, Planilhas Eletrônicas, Ensino Fundamental, Produto Educacional

Resumo

A utilização da Estatística nos dias de hoje é fundamental. Inúmeras são as informações que as mídias digitais e tecnológicas propagam nas redes sociais, web sites, jornais, meios de comunicação e plataformas de notícias. As pessoas estão cada vez mais sendo instigadas a utilizarem as mais diversas tecnologias para “auxiliar a tomada” de decisões. Logo os sistemas educacionais buscam acompanhar tal desenvolvimento e demanda. No ensino de Estatística as Tecnologias de Informação e Comunicação têm se mostrado agradáveis ferramentas de apoio a professores e alunos no processo de ensino aprendizagem. Neste sentido, desenvolveu uma coletânea de atividades para ensino de Probabilidade e Estatística no Ensino Fundamental, envolvendo planilhas eletrônicas. O referencial teórico utilizado foi baseado na Educação Estatística, uso de tecnologias e planilhas eletrônicas em ambientes educacionais. A sequência foi aplicada em uma amostra de 61 alunos e os resultados foram analisados com abordagem quali-quantitativa. A metodologia utilizada segue os pressupostos de pesquisa ação, na forma qualitativa de cunho interpretativo, e quantitativa, com a aplicação dos testes estatísticos, exato de Fisher, McNemar e Wilcoxon. Os resultados mostraram que a aplicação da coletânea de atividades proposta contribuiu na melhora do desempenho dos alunos e na motivação e participação nas aulas. Durante o processo percebeu-se que os alunos ainda apresentavam dificuldades com relação aos conteúdos prévios de estatística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliano Turmina, Rede municipal de Educação e rede privada de Ensino Superior de Joinville

Mestre em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias, professor da rede municipal de ensino de Joinville/SC e da rede privada de Ensino Superior, Joinville/SC/Brasil.

Elisa Henning, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

doutora em Engenharia de Produção, professora do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias (PPGECMT) e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), Departamento de Matemática da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Joinville/SC/Brasil.

Referências

BORBA, Marcelo C.; PENTEADO, Miriam G. Informática e educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2001. 98p.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.

CAMPOS, Celso Ribeiro; WODEWOTZKI, Maria Lucia Lorenzetti, JACOBINI, Otavio Roberto. Educação estatística: teoria e prática em ambientes de modelagem matemática. 2ª Edição. Belo Horizonte (MG): Autêntica Editora, 2013. (Coleção tendências em Educação Matemática).

CARNEIRO, Reginaldo Fernando; PASSOS, Cármen Lúcia Brancaglion. A utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação nas aulas de Matemática: Limites e possibilidades. Revista Eletrônica de Educação, v. 8, n. 2, p. 101-119, 2014.

DAMIN, Willian. Ensino de Estatística para os anos finais do Ensino Fundamental. 2014. Dissertação de Mestrado. Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

DAMIN, Willian; DOS SANTOS JUNIOR, Guataçara; PEREIRA, Rudolph dos Santos Gomes. O conceito de média aritmética nos anos finais do ensino fundamental. BoEM-Boletim online de Educação Matemática, v. 4, n. 6, p. 48-68, 2016.

DAMINELLI, Elisa. Uma proposta de ensino de Estatística na 8ª série/9° ano do ensino fundamental. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Matemática). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

DIAS, Cristiane de Fatima Budek; SANTOS JUNIOR, Guataçara dos. Ensino de estatística e tecnologias da informação e comunicação: entre a docência e o desenvolvimento de recursos tecnológicos. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 9, n. 1, 2016.

DIAS, Fabrício Ferreira. O uso da planilha eletrônica Calc no ensino de matemática no primeiro ano do ensino médio. Viçosa – MG, 2013.

DRESCH, Aline; LACERDA, Daniel Pacheco; ANTUNES JÚNIOR, José Antonio Valle. Design Science Research: Método de Pesquisa para avanço da Ciência e Tecnologia. Porto Alegre: Bookman, 2015.

ESTEVAM, Everton José Goldoni. (Res)significando a Educação Estatística no Ensino Fundamental: análise de uma sequência didática apoiada nas Tecnologias de Informação e Comunicação. 2010. 211 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade Ciências e Tecnologia, 2010.

FERNANDES, Rúbia Juliana Gomes. Estatística e probabilidade: uma proposta para os anos iniciais do ensino fundamental. 2014. 191 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2014.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. Ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LEITE, Ana Paula Fernandes. Estimativa de medidas de tendência central: uma intervenção de ensino. 2010. 146 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.

LOPES, Celi Espasandin. Educação Estatística no Curso de Licenciatura em Matemática. Bolema - Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 27, n. 47, p. 901-915, dez. 2013.

MAGALHÃES, Marcos Nascimento. Atividades para o Ensino de Probabilidade e Estatística na Educação Básica. Anais, 2016.

MARTINS, Wagner Luis Cabral. Estudando estatística descritiva com auxílio do software Calc. Outras Publicações, 2010.

MEDICI, Michele. A construção do pensamento estatístico: organização, representação e interpretação de dados por alunos da 5ª série do Ensino Fundamental. 2007. 128 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.

PAGAN, Maria Adriana et al. A interdisciplinaridade como proposta pedagógica para o ensino de estatística na educação básica. 2010. Tese de Doutorado. Dissertação de Mestrado Profissional em Ensino de Matemática-Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

SOUZA, Joamir Roberto de; PATARO, Patricia Rosana Moreno. Vontade de saber matemática. 6º ao 8º ano. 2ª Ed. São Paulo: FTD, 2015.

TONI, Marijane Paese. A compreensão da estatística a partir da utilização da planilha. 2006. Dissertação de Mestrado. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

VASCONCELOS, Paulo Ramos. Leitura e interpretação de gráficos e tabelas: um estudo exploratório com alunos da 8ª série do ensino fundamental. 2007. 205 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.

VIEIRA, Sonia. Introdução à Bioestatística. 4.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

WALICHINSKI, Danieli. Contextualização no Ensino de Estatística: uma proposta para os anos finais do Ensino Fundamental. 2012. Dissertação de Mestrado. Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Downloads

Publicado

2023-12-30

Como Citar

TURMINA, Juliano; HENNING, Elisa. Coletânea de atividades para ensino de probabilidade e estatística utilizando planilhas eletrônicas. Revista BOEM, Florianópolis, v. 11, p. e0138, 2023. DOI: 10.5965/2357724X112023e0138. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/24763. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Discussões sobre produtos educacionais: ensino de ciências, matemática e tecnologias