Círculos matemáticos: uma experiência com alunos ingressantes no ensino superior no contexto da pandemia Covid-19

Autores

  • Erika Capelato UNESP

DOI:

https://doi.org/10.5965/2357724X09182021211

Palavras-chave:

Círculos matemáticos, Ensino remoto, Ensino superior, Pandemia Covid-19

Resumo

Os círculos matemáticos são tradicionais em Moscou há mais de cem anos. Eles não formam um conjunto de aulas para uma disciplina, mas fomentam o encontro de alunos com professores e monitores para estudar matemática em grupos. Inspirados em seu funcionamento realizamos, junto aos alunos ingressantes do curso de Ciências Econômicas de uma universidade pública do estado de São Paulo, o projeto de ensino intitulado “círculos matemáticos da economia”. O objetivo do projeto é contribuir com a melhoria da aprendizagem dos alunos que chegam à universidade com diferentes níveis de proficiência em matemática. Assim, este texto descreve e analisa a experiência da realização deste projeto no contexto da pandemia Covid-19. Para tal, lançamos mão de atividades digitais dirigidas aos participantes e das reflexões trazidas pela narrativa do monitor do projeto, através de uma produção escrita. Do ponto de vista metodológico, a discussão realizada a partir das respostas dos alunos em atividades digitais tem natureza quantitativa e mostram dados como o engajamento dos estudantes no projeto e suas percepções com respeito às atividades remotas. Já a discussão realizada em relação à narrativa tem natureza qualitativa e fundamenta-se em uma análise interpretativa, a qual nos leva a conclusão de que o convívio escolar, ainda que digital, é o ponto de partida para a construção da aprendizagem.

Referências

ABREU, Jamil Gomes; CAPELATO, Érika. Notas de Matemática Básica, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP, Araraquara, 2019.

ARRUDA, Eucidio Pimenta. Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. EmRede-Revista de Educação a Distância, v. 7, n. 1, p. 257-275, 2020.

CRAWFORD, Joseph et al. COVID-19: 20 countries' higher education intra-period digital pedagogy responses. Journal of Applied Learning & Teaching, v. 3, n. 1, p. 1-20, 2020. DORICHENKO, Sergey. Um Círculo Matemático de Moscou: Problemas semana a semana. Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada. Rio de Janeiro: IMPA, 2016.

PETERS, Michael A. et al. China’s internationalized higher education during Covid-19: collective student autoethnography. Postdigital Science and Education, p. 1, 2020.

SÃO PAULO. Decreto no 64.862, de 13 março de 2020. Dispõe sobre a adoção, no âmbito da Administração Pública direta e indireta, de medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo COVID-19. Diário Oficial do Estado de São Paulo: v. 130, n. 51, 14 mar. 2020. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/norma/193314. Acesso em: 26 nov. 2020.

Downloads

Publicado

2021-10-30

Como Citar

CAPELATO, E. Círculos matemáticos: uma experiência com alunos ingressantes no ensino superior no contexto da pandemia Covid-19. Revista BOEM, Florianópolis, v. 9, n. 18, p. 211-225, 2021. DOI: 10.5965/2357724X09182021211. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/19143. Acesso em: 30 nov. 2021.