Perguntas, anotações [sob exercícios de escrita e escuta]

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267512019114

Resumo

O presente texto foi escrito sob o efeito de propostas de exercícios de escrita e escuta, e a partir da reverberação de apontamentos e reflexões ocorridas durante e após a oficina Laboratório Imersivo - Projeto TUBO DE ENSAIO, por mim conduzida em parceria com Andrea Bardawil, no SESC-Cacupé, em Florianópolis, em 2015. A oficina integrou as atividades do Projeto TUBO DE ENSAIO - Composição [Interseções + Intervenções], coordenado por Sandra Meyer, Jussara Xavier e Vera Torres. Deste modo, este texto desdobra reflexões de um texto homônimo, publicado no livro Tubo de ensaio: composição [Interseções + Intervenções] (2016), investigando algumas de suas perguntas e indicando outras reverberações de experiências, as quais atravessam meus processos enquanto artista, professora e pesquisadora. As anotações propõem diálogos com George Brecht, Yoko Ono, John Cage, Jorge Larrosa, Thierry Davila, Maurice Blanchot, David Le Breton, entre outros autores.

Biografia do Autor

Maria Raquel da Silva Stolf, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Raquel Stolf

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5013920052280092

Artista e professora nos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Artes Visuais da UDESC. Licenciada em Artes Plásticas (UDESC), com Mestrado e Doutorado em Artes Visuais (UFRGS). Vem desenvolvendo a pesquisa Processos de escrita / Escuta de processos [articulações entre voz, palavra e silêncio em publicações sonoras] (2015-2021) e coordena o selo céu da boca desde 2006, editando publicações como: anecoica (2014, 2015, 2016; com a ed. Nave), Mar paradoxo (2013-2016), Troca de sabonetes (2013), Assonâncias de silêncios [coleção] (2007-2010), Sofá duplo2 (2006). Co-editou a Revista Recibo 33 com ruído, com Traplev (2012) e a publicação PLUVIAL FLUVIAL, com Claudia Zimmer (2013). Publicou trabalhos em: Entre ser um e ser mil: o objeto livro e suas poéticas (org. Edith Derdyk, 2013), Cadernos de desenho (org. Aline Dias, 2010) e Ciranda (org. Paulo Silveira, 2005). 

Referências

BARTHES, Roland. O neutro: anotações de aula e seminários ministrados no Colllège de France, 1977-1978. (apresentação por Thomas Clerc). São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BLANCHOT, Maurice. A Conversa Infinita: a palavra plural. São Paulo: Escuta, 2001.

__. O espaço literário. Rio de Janeiro: Rocco, 1987.

BRECHT, George. Eventos (notas reunidas), 1961. In: O que é Fluxus? O que não é! O porquê. Rio de Janeiro, Brasília: Centro Cultural Banco do Brasil, Detroit: The Gilbert & Lila Silverman Fluxus Collection Foundation, 2002.

BOSSEUR, Dominique; BOSSEUR, Jean-Yves. Revoluções musicais: a música contemporânea depois de 1945. Lisboa: Editorial Caminho, 1990.

CAGE, John. John Cage: Dois toques para o Brasil (entrevista). In: Código 3. Salvador, agosto 1978.

DAVILA, Thierry. Marcher, Créer: Déplacements, flâneries, derives dans lárt de fin du XXe siècle. Paris: Éditions du Regard, 2002.

GOLDSMITH, Kenneth. Fidget. Toronto: Coach House Books, 2010.

GOLDSMITH, Kenneth apud PERLOFF, Marjorie. “VOCABEL SCRIPTSIGNS”: Differential Poetics in Kenneth Goldsmith's Fidget . In: GOLDSMITH, Kenneth. Fidget. Toronto: Coach House Books, 2010.

LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre a experiência. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

LE BRETON, David. Do Silêncio. Lisboa: Instituto Piaget, 1999.

NANCY, Jean-Luc. À escuta. Belo Horizonte: Edições Chão da Feira, 2014.

ONO, Yoko. Grapefruit: A Book of Instruction and Drawings. New York: Simon & Schuster, 2000.

__. (Entrevista). In: OBRIST, Hans Ulrich. Entrevistas: volume 1. Rio de Janeiro, Belo Horizonte: Cobogó, Inhotim, 2009, p. 31-52.

SCHWITTERS, Kurt. Beingrenzen. In: CAMPOS, Augusto de. Irmãos germanos. Florianópolis: Editora Nôa Nôa, 1992, s/p.

SICHEL, Berta; FRANK, Peter (orgs.). Fluxus y Fluxfilms: 1962-2002. Madrid: Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, 2002.

STOLF, Maria Raquel da Silva. Entre a palavra pênsil e a escuta porosa [investigações sob proposições sonoras]. Tese (Doutorado em Artes Visuais). Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011. (com CD de áudio).

__. Perguntas, anotações [sob exercícios de escrita e escuta] In: MEYER, Sandra; XAVIER, Jussara; TORRES, Vera (orgs.). Tubo de ensaio: composição [Interseções + Intervenções]. Florianópolis: Instituto Meyer Filho, 2016, v.1, p. 21-30.

Downloads

Publicado

2019-04-30