Artaud e seus duplos: A sombra de Sêneca

Rafael Guimarães Tavares da Silva

Resumo


Este artigo busca explorar a relação entre o pensamento de Antonin Artaud e as tragédias de Sêneca, sugerindo sua importância para o desenvolvimento de certa vertente da dramaturgia contemporânea. Apoiando-nos na fortuna crítica recente sobre esses autores, voltamos a documentos fundamentais desse debate, a fim de sugerir de que forma a leitura revitalizante da obra trágica de Sêneca vem a ser operada por Artaud. Acreditamos que os desdobramentos de suas considerações sobre sangue [cruor] e corpos em cena são importantes não apenas em práticas e teorias renovadas do teatro, mas também em algumas das considerações modernas sobre as origens ritualísticas do drama.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573103332018427



Direitos autorais 2018 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas



 

    

 

Indexadores

   

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.