“Eu escrevo, caso alguém se interesse”: A mulher e a artista na peça “Sombra”, de Elfriede Jelinek

Artur Sartori Kon

Resumo


A partir de uma análise da peça Sombra (Eurídice diz)[Schatten (Eurydike sagt)], 2011), o ensaio busca apresentar a dramaturgia feminista da escritora austríaca Elfriede Jelinek, laureada com o Prêmio Nobel de Literatura em 2004, mas ainda pouco conhecida no meio teatral brasileiro. Posicionando-se com um aparente pessimismo quanto à possibilidade real de uma superação da atual dominação masculina, a autora desenvolve uma política estética ao mesmo tempo idiossincrática e radical, um feminismo contraintuitivo que merece espaço nas discussões atuais sobre as possibilidades de uma cena não-falocêntrica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573103332018028



Direitos autorais 2018 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.