Dramático ou pós-dramático, cena ou performatividade? Enrique Diaz antes e depois da Companhia dos Atores

João Bernardo Fernandes Caldeira

Resumo


Entrevista com o encenador Enrique Diaz, instigado a responder sobre os tensionamentos e procedimentos como diretor artístico da Companhia dos Atores, até 2012, e os utilizados em sua recente trajetória-solo, na qual encenou três textos de Daniel MacIvor. Situado neste entrelugar entre cena e performance, árvore e rizoma, sob influxo tanto de Artaud como da tradição do teatro moderno, Diaz oferece um campo de horizontes possíveis sobre as reconfigurações, agenciamentos e possibilidades da própria encenação contemporânea. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573103302017140



Direitos autorais 2017 Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.