Texto, memória e fala: um encontro com François Khan

Fernando Manoel Aleixo

Resumo


Neste artigo apresento uma reflexão sobre a memorização do texto no trabalho do ator, considerando o ato de escrever como procedimento para a assimilação do sentido da palavra, à luz da experiência realizada na oficina "A caminho do Jardim das Cerejeiras", sob a coordenação de François Khan. São descritos alguns procedimentos, seguidos de análise e conceituação sobre o processo de apropriação do texto e a composição da fala.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573102232014083



Direitos autorais



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.