Um drama vaudevilesco: o lugar do cínico Robert Macaire na cena teatral carioca de meados do século XIX

Danielle Crepaldi Carvalho, Bruna Grasiela Silva Rondinelli

Resumo


Este artigo toma como objeto de análise a circulação da peça francesa A Estalagem dos Trampolineiros, no Rio de Janeiro de meados do XIX. Escrita em 1823, segundo os cânones do Melodrama, para ser representada no Bulevar do Crime, a obra gerou celeuma quando os atores Lemaître e Firmin modificaram o jogo de cena inerente ao gênero, transformando os bandidos Robert Macaire e Bertrand em tipos cômicos de grande apelo público. Analisamos a recepção brasileira da obra, buscando observar os efeitos provocados pelos deslocamentos que ela realiza nas convenções já estabilizadas, procurando, assim, acenar para a complexidade da cena teatral do período.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573102252015138



Direitos autorais



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.