Humor against Vargas: communist drawings from the election campaign period to suicide (1950-1954)

Rodrigo Rodriguez Tavares

Resumo


This article aims to analyze the editorial cartoons and caricatures on Getúlio Vargas published by the communist press within the period from Vargas’ election campaign to his suicide (1950-1954), including the reaction of communists to this dramatic act. These images by the party press are usually relegated to the background by historiography, but they also express the ideology of the Brazilian Communist Party (PCB) and its reading of the national political reality. Thus, the characters observed in the drawings and their characterization are significant sources for understanding the communist reading of Getúlio Vargas and the context of that time.

 

Keywords: Vargas, Getúlio, 1883-1954; Brazilian Communist Party; Caricature; Press – Brazil.

Texto completo:

PDF

Referências


ABEDELMALACK, Genny. Momentos da história do Brasil através da caricatura 1900-1937. 1991. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Universidade de São Paulo - Escola de Comunicação e Artes, São Paulo, 1991.

AMADO, Jorge. O Cavaleiro da esperança. Rio de Janeiro: Editora Record, 1979.

AMARAL, Aracy. Arte para quê? a preocupação social na arte brasileira: 1930-1970. São Paulo, Nobel, 1984.

BONNEL, Victoria. Iconography of power: soviet political posters under Lênin and Stálin. Berkeley: University of Califórnia, 1997

CANETTI, Elias. Massa e poder. São Paulo: Companhia Das Letras, 1995.

CAPELATO, Maria Helena. Multidões em cena: propaganda política no varguismo e no peronismo. São Paulo: Papirus, 1998.

CAVALCANTI, Laílson de Holanda. Historia del Humor Gráfico em el Brasil. Lleida: Milenio, 2005

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E MEMÓRIA DA UNESP. Local: CEDEM/UNESP. Data Disponível em: . Acesso em 12 de setembro de 2016.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números. Rio de Janeiro: José Olympio, 2003.

CUSHING, Lincoln. Revolución! cuban poster art. San Francisco: Chronicle Books, 2003.

DAVIES, Christie. Cartuns, caricaturas e piadas: roteiros e estereótipos. In. LUSTOSA, Isabel. Imprensa, humor e caricatura: a questão dos estereótipos culturais. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2011.

EVANS, Harriet; STEPHANIE, Donald. Picturing power in the people's republic of China: posters of the Cultural Revolution. Lanham, Md: Rowman & Littlefield, 1999.

FERREIRA, Jorge. Prisioneiros do mito: cultura e imaginário político dos comunistas no Brasil. Rio de Janeiro: UFF, 2003.

FERREIRA, Jorge. O imaginário trabalhista: getulismo, PTB e cultura política popular 1945-1964. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2005.

FLORES, Elio Chaves. Danações da República: imagens cômicas do getulismo. Saeculum (UFPB), João Pessoa, v. 5, p. 233-250, 1999.

FLORES, Elio Chaves. Representações cômicas da República no contexto do getulismo. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 21, p. 133-157, 2001.

FRANCASTEL, Pierre. A realidade figurativa. São Paulo: Perspectiva, 1982.

GARCÍA, Hamilcar. Dicionário contemporâneo da língua portuguesa Caldas Aulete. Rio de Janeiro: Delta, 1980.

GAWRYSZEWSKY, Alberto. Os traços na imprensa comunista carioca. 2004. Versão modificada do trabalho de Pós-doutorado em História Social do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense. Universidade Federal Fluminense, 2004.

GAWRYSZEWSKY, Alberto. Conceito de caricatura: não tem graça nenhuma. Revista Domínios da Imagem, n. 02, maio de 2008.

GAWRYSZEWSKY, Alberto. Arte visual comunista: imprensa comunista brasileira 1945 – 1958. 1. ed. Londrina: LEDI/Universidade Estadual de Londrina, 2010.

GONÇALVES, Cassandra de Castro Assis. Clube de Gravura de Porto Alegre: arte e política na modernidade. 2005. Dissertação (Mestrado em Interunidades de Estética e História da Arte) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

LAGO, Pedro Corrêa. Caricaturistas Brasileiros: 1836 – 1999. Rio de Janeiro: Sextante, 1999.

LANDSBERGER, Stefan. Chinese Propaganda Posters: from revolution to modernization. Armonk, N.Y.: M.E. Sharpe, 1995.

LENHARO, Alcir. Sacralização da política. Campinas: Papirus, 1986.

LIMA, Herman. História da caricatura no Brasil. Rio de Janeiro: Editora José Olímpio, 1963.

MANGUEL, Alberto. Lendo imagens: uma história de amor e ódio. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

MARTINS, Angela. Pelas páginas libertárias: anarquismo, imagens e representações. 2006. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Local, 2006.

MICELI, Sergio. Imagens negociadas: retratos da elite brasileira, 1920-40. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

MORAES, Denis. O Imaginário vigiado: a imprensa comunista e o realismo socialista no Brasil (1947-53). Rio de Janeiro: Jose Olympio, 1994.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Em guarda contra o perigo vermelho: o anticomunismo no Brasil, 1917-1964. São Paulo: Editora Perspectiva, 2002

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Batalhas em torno do Mito: Luiz Carlos Prestes. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, n.34, p.91-115, jul.-dez. 2004.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Jango e o Golpe de 1964 na caricatura. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. A figura caricatural do gorila no discurso de esquerda, ArtCultura, Uberlândia: nº.15, p. 195-212, jul.-dez. 2007.

MOTTA, Rodrigo Patto Sá. A Cultura política comunista: alguns apontamentos. In. NAPOLITANO, Marcos; CZAJKA, Rodrigo; MOTTA, Rodrigo (orgs.). Comunistas brasileiros: cultura política e produção cultural. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

NOGUEIRA, Andrea de Araújo. Humor e populismo: o desafio diário nas charges de Nelo Lorenzon (1948-1960). 2005. Tese (Doutorado em Comunicação) - Escola de Comunicação e Artes da USP, São Paulo, 2005.

POMAR, Pedro. Comunicação, cultura de esquerda e contra-hegemonia: o jornal hoje (1945-1952). 2006. Tese (Doutorado em História) - Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

PRESTES, Anita Leocádia. Luiz Carlos Prestes: um comunista brasileiro. São Paulo: Editora, 2016.

REIS, Daniel Aarão. Luís Carlos Prestes: um revolucionário entre dois mundos. São Paulo: Cia das Letras, 2014.

RUBIM, Antônio. Partido Comunista, cultura e política cultural. 1986. Tese de Doutorado em Sociologia. 1986

SILVA, Marcos. A construção do saber histórico: historiadores e imagens. Revista História, São Paulo, n. 125-126, ago-dez. 1991 a jan-jul. 1992.

SOARES, Paula. As Representações do camponês e do latifundiário brasileiros: trabalhadores rurais e coronéis na cultura política comunista (1922-1964). 2011. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal de Minas Gerais, Local, 2011.

TAVARES, Rodrigo Rodriguez. Um panorama do humor gráfico no Brasil. Domínios da imagem (UEL), v. 1, p. 141-145, 2008.

TAVARES, Rodrigo Rodriguez. Desenhando a Revolução: a luta de imagens na imprensa comunista (1945-1964). 2010. Tese (Doutorado em História Social) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, São Paulo, 2010.

TORRES, Juliana. A Representação visual da mulher na imprensa comunista. 2009. Dissertação (Mestrado em História) – Programa de Pós-Graduação em história Social. UEL, Londrina, 2009.

WAINER, Samuel. Minha razão de viver: memórias de um repórter. 8. ed. Rio de Janeiro: Record, 1988.

WHITE, Stephen. The bolshevik poster. New Haven: Yale University Press, 1988.




Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com