Fotografias da Ditadura Civil-Militar brasileira em livros didáticos de história

Carolina Martins Etcheverry

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar as fotografias da Ditadura presentes nos livros didáticos em circulação no Brasil no período de 1990 a 2015, a partir do ponto de vista da cultura visual. Levando-se em consideração que o livro didático de história é um produto cultural dotado de complexidade, procura-se entender o seu papel como engendrador de processos cognitivos e memoriais. Para tanto, foram pesquisados dez livros didáticos editados no período (e alguns reeditados), dos quais três são utilizados nesse artigo. Algumas mudanças na utilização e na escolha das imagens foram observadas, a exemplo da presença de retratos dos presidentes militares, muito presentes nos livros dos anos 1990, e de movimentos contrários ao regime, que passam a aparecer nas páginas dos livros dos anos 2000. O levantamento e catalogação dessas imagens poderão gerar, além de categorias de análise, novos entendimentos sobre a alteração do modo como passamos a compreender a Ditadura Militar, desde seu surgimento até o presente momento.

 

Palavras-chave: Ensino de história; Manuais didáticos; Cultura Visual; Fotografia.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Valesca de Souza. A luta armada através dos livros didáticos. In: Revista Contemporânea, ano 4, n. 5, vol. 1, 2014. P. 1-23.

ALONSO, Angela; DOHLNIKOFF, Miriam (org). 1964: do golpe à democracia. São Paulo: Hedra, 2015.

BAUER, Caroline Silveira. As políticas de memória e de esquecimento sobre as ditaduras argentina e brasileira através das rememorações dos golpes civil-militares. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História – ANPUH. São Paulo, julho 2011.

BITTENCOURT, Circe. Ensino de história: fundamentos e métodos. São Paulo: Editora Cortez, 2011.

BRITTO, Orlando. Ernesto Geisel: o “alemão”. Disponível em < http://www.orlandobrito.com.br/> Acesso em 29/02/2016

CAMPOS, Flavio de; CLARO, Regina. A escrita da História 3. São Paulo: Edições Escala Educacional S/A, 2010.

CARDOSO, Lucileide. Criações da memória: defensores e críticos da Ditadura (1964-1985). Cruz das Almas/Bahia: UFRB, 2012.

CHOPPIN, Alain. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa. São Paulo, set. dez. 2004.

COTRIM, Gilberto. História do Brasil: para uma geração consciente. Editora Saraiva, 1993.

DIKOVITSKAYA, Margaret. Visual Culture. Cambridge, MIT Press, 2006.

FERREIRA, Maria Letícia Mazzucchi. Políticas da memória e políticas do esquecimento. In: Revista Aurora, nº 10, 2011.

FICO, Carlos. Além do golpe: versões e controvérsias sobre 1964 e a Ditadura Militar. Rio de Janeiro: Record, 2004.

FONSECA, Juliene Coelho; PINTO, Tiago Leite. A tecnologia no processo de memória social: o exemplo do projeto memórias reveladas. Anais do Encontro Nacional de Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Gestão e Ciências da Informação. 2010.

FORTES, Luiz Roberto Salinas. Retrato calado. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Verdade e memória do passado. In: Projeto História, São Paulo, nº 17, 1998.

GUASCH, Anna Maria. Doce reglas para una Nueva Academia: la “nueva historia del arte” y los estúdios audiovisuales. In: BREA, Jorge Luis (org). Estudios visuales: la epistemología de la visualidade en la era de la globalización. Madri: Ediciones Akal, 2005.

GUAZELLI, Dante Guimaraens. O dever de memória e o historiador: uma análise de dois casos brasileiros. In: Revista Mosaico, ano II, Ed.4. Disponível em: < http://cpdoc.fgv.br/mosaico/?q=artigo/o-dever-de-mem%C3%B3ria-e-o-historiador-uma-an%C3%A1lise-de-dois-casos-brasileiros>

KNAUSS, Paulo. “O desafio de fazer história com imagens: arte e cultura visual”. ArtCultura, 2006, Vol. 8, n. 12, p. 97-115.

KOSSOY, Boris. Realidades e ficções na trama fotográfica. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

MAUAD, Ana Maria. Fotografia pública e cultura do visual, em perspectiva histórica. In: Revista Brasileira de Mídia. Vol. 2, n. 2, jul. 2013/dez. 2013. P. 11-20.

MAUAD, Ana Maria. Usos e funções da fotografia pública no conhecimento histórico escolar. In: Revista Hist. Educ. [online]. Porto Alegre, v. 19, n. 47, set./dez., 2015. p. 81-108.

MENESES, Ulpiano Bezerra de. Rumo a uma “História Visual”. In: MARTINS, J. S.; ECKERT, C. NOVAES, S. C. (orgs.). O imaginário e o poético nas Ciências Sociais. Bauru, SP: EDUSC, 2005. p. 33- 56.

MORAES, Maria Lygia Quartim. O golpe de 1964: testemunho de uma geração. REIS, Daniel Aarão; RIDENTI, Marcos, MOTTA, Rodrigo Patto Sá (orgs). O golpe e a ditadura militar: 40 anos depois (1964-2004). Bauru/SP: EDUSC, 2004.

NAPOLITANO, Marcos. 1964: história do regime militar brasileiro. São Paulo: Contexto, 2014.

OLIVEIRA, Roberson. História do Brasil: análise e reflexão. São Paulo: FTD, 1997.

PILETTI, Nelson; PILETTI, Claudino. História e Vida – Brasil: do Primeiro Reinado aos dias de hoje. São Paulo: Editora Ática, 2004.

PILETTI, Nelson; PILETTI, Claudino. História e Vida. São Paulo: Ática, 1991.

REIS, Daniel Aarão; RIDENTI, Marcos, MOTTA, Rodrigo Patto Sá (orgs). O golpe e a ditadura militar: 40 anos depois (1964-2004). Bauru/SP: EDUSC, 2004.

REIS, José Carlos. História e Verdade. In: Síntese. Belo Horizonte, v. 27, n. 89, 2000.

RODEGHERO, Carla Simone. Não calo, grito: memória visual da ditadura civil-militar no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Tomo Editorial, 2013.

RODEGUERO, Carla Simone, MACHADO, Vanderlei. A história recente nos livros didáticos: a ditadura militar e a questão da anistia no Brasil. In: Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 23, n. 1, jan./jun. 2010.

TAVARES, Flávio. Memórias do esquecimento. Porto Alegre: L&PM, 2012.




DOI: https://doi.org/10.5965/2175180308172016292

Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com