«Por uma Informação ao serviço do processo revolucionário»: o «caso dos 24» do Diário de Notícias na revolução portuguesa

Pedro Marques Gomes

Resumo


Este artigo analisa o caso dos jornalistas saneados do jornal Diário de Notícias, no verão de 1975. Iniciado em agosto desse ano, o chamado «caso dos 24» coincide com um dos momentos mais “quentes” do período revolucionário português, em que se intensificam as tentativas de controlo político-ideológico dos meios de comunicação social. Verificamos, entre outras coisas, que, efetivamente, este caso não foi apenas um problema laboral, mas antes um problema que se inseriu num contexto mais vasto: uma luta política que marcou o país entre 1974 e 1975.

Palavras-chave: Diário de Notícias. Revolução. Saneamentos Políticos. Portugal.


Texto completo:

PDF

Referências


ANEXO ao Comunicado do Conselho de Imprensa de 12/1/1976. Lisboa, 1976. Fundo Conselho de Imprensa. Arquivo Nacional Torre do Tombo.

A RESPOSTA dos trinta ao plenário. Jornal Novo, Lisboa, 20 de Agosto de 1975, p. 9.

AVISO aos leitores do “Diário de Notícias”. Diário de Notícias, Lisboa, 15 de Agosto de 1975, p. 1.

AZEVEDO, Manuela de. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2011. Informação oral.

BARROS, Luís. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2011. Informação oral.

BORRAT, Héctor. El periódico, actor del sistema político. Anàlisi: quadernos de comunicació i cultura. Barcelona: UAB, 1989. p. 67-80

BRITO, Carlos. Álvaro Cunhal: sete fôlegos de um combatente. Lisboa: Edições Nelson de Matos, 2010.

CANDEIAS, João. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2012. Informação oral.

CARTA enviada ao Conselho de Imprensa, 17/5/1976. Lisboa, 1976. Fundo Conselho de Imprensa. Arquivo Nacional Torre do Tombo.

COMUNICADO Nº 1 – Comissão de Saneamento da ENP. Lisboa: Empresa Nacional de Publicidade, 19 de março de 1975.

CONTUMÉLIAS, Mário. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2011. Informação oral.

DIÁRIO DA ASSEMBLEIA CONSTITUINTE Nº 35. Parlamento, Lisboa, 22 de Agosto de 1975.

DIÁRIO DO GOVERNO, I Série, nº 275, Lisboa, 1975.

DIOGO, Fernando. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2012. Informação oral.

DOCUMENTOS e decisões do plenário de trabalhadores do “DN”. Diário de Notícias, Lisboa, 19 de Agosto de 1975, p. 2.

ESTATUTO Editorial do Diário de Notícias. Diário de Notícias, Lisboa, 26 de Junho de 1975, p. 2.

FERREIRA, Maria Manuela. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2012. Informação oral.

FIGUEIRA, João. Os jornais como actores políticos: O Diário de Notícias, Expresso e Jornal Novo no Verão Quente de 1975. Coimbra: MinervaCoimbra, 2007.

FILIPE, Figueiredo. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2012. Informação oral.

FLASHES do Diário de Saramago. O Diabo. Lisboa, 9 de Junho de 1992, p. 12.

GOMES, Pedro Marques. Os saneamentos políticos no Diário de Notícias no verão quente de 1975. Lisboa: Alêtheia Editores, 2014.

GOMES, Pedro Marques. Jornais, jornalistas e poder: a imprensa que nasce na revolução e as lutas políticas de 1975. 2018. Tese (Doutorado em História Contemporânea) – FCSH-NOVA, Lisboa, 2018.

JORNALISTAS despedidos do “Diário de Notícias” determinados a lutar contra “manipulação da informação”. A Capital, Lisboa, 30 de Agosto de 1975, p. 3.

LETRIA, José Jorge. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2011. Informação oral.

LIMA, Helena. Os diários portuenses e os desafios da actualidade na imprensa: tradição e rupturas. 2008. Tese (Doutorado em História) – FLUP, Porto, 2008.

LOFF, Manuel. Estado, democracia e memória: políticas públicas da memória da ditadura portuguesa (1974-2014). In: LOFF, Manuel; SOUTELO, Luciano; PIEDADE, Filipe (Coord.). Ditaduras e revolução: democracia e políticas da memória. Coimbra: Almedina, 2016, p. 23-143.

LOPES, José David. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2011. Informação oral.

MÁXIMO, Francisco. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2011. Informação oral.

MESQUITA, Mário. O caso República ou o símbolo destruído. Cadernos de Imprensa. Lisboa: Clube Português de Imprensa, 1987.

MESQUITA, Mário. Os meios de comunicação Social. In: REIS, António (Dir.). Portugal 20 anos de democracia. Lisboa: Círculo de Leitores, 1994, p. 361-405.

NÃO DOU a face direita a quem me atinge a esquerda. O Dia, Lisboa, 14 de Agosto de 1976, p. 2.

NUNES, Luís d’Oliveira. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2012. Informação oral.

O DIRECTOR que marcou o «Verão quente» de 1975. Diário de Notícias, Lisboa, 2010. Disponível em: https://www.dn.pt/portugal/interior/o--director--que-marcou-o-verao-quente-de-1975-1597476.html. Acesso em 20 de Março de 2011.

O DN vai ser um instrumento para a construção do socialismo. Diário de Notícias, Lisboa, 10 de Abril de 1975, p. 1-2.

ORDEM DE SERVIÇO Nº 2, Lisboa, Empresa Nacional de Publicidade, 1976.

PIMENTEL, Irene Flunser. O caso da PIDE/DGS. Lisboa: Temas e Debates, 2017.

PINTO, António Costa. Enfrentando o legado autoritário na transição para a democracia 1974-1976. In: BRITO, J. M. Brandão de (Dir.). O país em revolução. Lisboa: Editorial Notícias, 2001. p. 359-384.

PINTO, António Costa. O legado do autoritarismo e a transição para a democracia, 1974-2004. In: MEIRELES, Maria Conceição; LOFF, Manuel (Coord.). Portugal: 30 anos de democracia (1974-2004). Porto: Editora da Universidade do Porto, 2006.

PIRES, Fernando. Os meus 50 anos no Diário de Notícias. Lisboa: JM Edições, 2012.

REBELO, José. República. Caso do jornal. In: REIS, António, REZOLA, M. Inácia; SANTOS, Paula B. (Coord.). Dicionário de história de Portugal: o 25 de abril. v. 7. Porto: Figueirinhas, 2018. p. 169-173.

REIS, António. A revolução de 25 de abril de 1974, o MFA e o processo de democratização. In: REIS, António (dir.). Portugal Contemporâneo. v. 6. Lisboa: Publicações Alfa, 1993, p. 13-62.

RELATÓRIO DO CONSELHO DE IMPRENSA. A Imprensa escrita em Portugal (abril de 1974 a julho de 1975). Lisboa: Conselho de Imprensa , 1979.

REZOLA, Maria Inácia. Os militares na revolução de abril: o conselho da revolução e a transição para a democracia em Portugal. Lisboa: Campo da Comunicação, 2006.

REZOLA, Maria Inácia. Justiça e Transição: os juízes dos tribunais plenários. In: REZOLA, Maria Inácia; PIMENTEL; Irene Flunser (Coord.). Democracia e ditadura: memória e justiça política. Lisboa: Tinta-da-China, 2013. p. 177-178.

RIBEIRO, Nelson. A rádio renascença e o 25 de Abril. Lisboa: Universidade Católica Portuguesa, 2002.

SANTOS, José António. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2012. Informação oral.

SANTOS, Paula Borges, Igreja católica, estado e sociedade 1968-1975: o caso Rádio Renascença. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2005.

SARAMAGO, José. Os Apontamentos. Lisboa: Caminho, 1990.

SEABRA, Zita. Foi assim. Lisboa: Alêtheia Editores, 2007.

SEATON, Jean; PIMLOTT, Ben. The Portuguese media in transition. In: MAXWELL; Kenneth (dir.). The press and the rebirth of iberian democracy. Connecticut: Greenwood Press, 1983, p. 93-115.

SILVA, João Céu E. Uma longa viagem com José Saramago. Lisboa: Porto Editora, 2009.

SILVEIRA, Joel da. A construção do sistema informativo em Portugal no Séc. XX. Lisboa: Colibri, 2011.

SUSPENSA a publicação dos jornais estatizados. O Primeiro de Janeiro, Porto, 29 de Novembro de 1975, p. 1 e 9.

TELO, António J. História contemporânea de Portugal: do 25 de abril à atualidade. v. I. Lisboa: Editorial Presença, 2007.

TOVAR, Rui. Entrevista cedida a GOMES, Pedro Marques. Lisboa, 2011. Informação oral.

TRINTA jornalistas do “Diário de Notícias” denunciam sectarismo informativo. A Capital, Lisboa, 16 de Agosto de 1975, p. 3.

UM JORNAL do Estado e do Povo. Diário de Notícias, Lisboa, 22 de Dezembro de 1975.




DOI: https://doi.org/10.5965/2175180311282019261