Pelos interiores - a invenção do caipira: cultura, tradição e cozinha

Elton Bruno Ferreira, Maria Izilda Santos de Matos

Resumo


Inseridos numa perspectiva da história cultural, estes escritos focalizam a polêmica em torno do caipira e da cultura caipira, tendo como foco central a produção de Cornélio Pires (publicações, composições, registros sonoros, espetáculos, ações de divulgação). A cultura caipira é aqui identificada como modo de ser e de viver do homem do campo na área denominada de Paulistânia (ELLIS JUNIOR, 1951; CANDIDO, 2010), que incorpora Vale do Paraíba (Rio de Janeiro e São Paulo), se estendendo pelo oeste do estado de São Paulo (Piracicaba/Tiete/Pirapora), e atingindo o sul de Minas Gerais e Mato Grosso e norte do Paraná. O desafio da análise é discutir a construção cultural do caipira, rastreando suas representações imagéticas, os debates em torno da figura do Jeca, bem como, focalizar gostos, hábitos, práticas e tradições alimentares dos caipiras, privilegiando as décadas iniciais do século XX.

Palavras-chave: Cultura Popular. Pires, Cornélio, 1884-1958. Culinária Brasileira.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2175180311272019192

Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com