Um olhar sobre a dimensão cultural dos protestos e os dilemas da mobilização

Arnaldo José Zangelmi

Resumo


O livro Protesto discute as mobilizações dos movimentos sociais em diversos contextos, dando especial atenção à dimensão cultural dos protestos. Assim, a obra trata de aspectos centrais dessas mobilizações, como a construção de significados, recrutamento, interação com outros grupos, processo decisório e impactos dos movimentos na sociedade. Com uma abordagem processual e relacional, o autor busca compreender as significações, emoções, valores morais e estratégias dos atores, apontando os dilemas diante dos quais os integrantes dos movimentos sociais buscam traçar seus rumos.


Texto completo:

PDF

Referências


CEFAÏ, Daniel. Como nos mobilizamos. Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, IFCS/UFRJ, vol. 2, n. 4, p. 11-48, abril-jun., 2009.

CHAMPAGNE, Patrick. Formar a opinião: o novo jogo político. Petrópolis: Vozes, 1996.

COHEN, Jean.; ARATO, Andrew. Sociedad civil y teoria política. México: Fondo de La cultura, 2000.

NEVEU, Eric. Sociologie des mouvements sociaux. Paris: La Découverte, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5965/2175180310252018502

Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em História - PPGH
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001            Telefone: (48) 3664-8585
tempoeargumento@gmail.com